Startup DragApp recebe aporte de R$2 milhões para simplificar a gestão de fluxos de trabalho de PMEs

0
18

Em meio a um universo de aplicativos e programas para organizar processos de fluxo de comunicação e informação e em tempos de trabalho remoto, a startup DragApp, fundada pela empreendedora brasileira Duda Bardavid e pelo britânico Nick Timms, para simplificar a gestão de fluxos de trabalho de pequenas empresas, levantou R$2 milhões em rodada liderada pelo grupo de investidores anjo GVAngels, formado por ex-alunos da FGV. Com o valor a startup já captou no mercado R$7 milhões.

Participaram ainda da rodada o Urca Angels, o MIT Alumni Angels – que já havia investido anteriormente – e diversos investidores individuais. Outros investidores da empresa incluem a Techstars; executivos de alto calibre do Google, como diretor Técnico da Google Cloud; o sócio da Área 120, incubadora in-house da gigante de tecnologia, além de diversos empreendedores do Brasil, Estados Unidos e Europa, incluindo o Florian Hagenbuch, da Loft.

O programa de suporte para empresas do Governo da Inglaterra, Future Fund, também participou do aporte, uma vez que o cofounder da startup, Nick Timms, é britânico e a startup DragApp está sediada no País.

"A capacidade de escala, o posicionamento, a solução inovadora e simples, aliadas a um time de alto nível, foram os drivers que nos deram a certeza de investir na DragApp. A capacidade de gestão e organização de todas as informações necessárias para o flow da empresa dentro do Gmail agiliza os processos das empresas e claro, acelera muito a tomada de decisões dos profissionais que utilizam a solução. O futuro dessa startup será brilhante", analisa Gustavo Figueiredo, investidor anjo do GVAngels.

Desenvolvida no Massachusetts Institute of Technology (MIT), enquanto Duda fazia MBA, e acelerada pela Techstars, em Boston (EUA), em 2019, a DragApp opera no modelo SaaS (Software as a Service) e já nasceu com foco global, com clientes em mais de 30 países. Seu foco é atender o mercado de gestão de fluxos de trabalho para empresas usuárias do Google Workspace (antiga G Suite), com soluções mais eficientes que as existentes atualmente. O objetivo da solução é simplificar e otimizar a utilização de ferramentas que hoje acabam sobrecarregando os usuários ao invés de ajudá-los no trabalho remoto.

"Nós transformamos o Gmail em um ambiente de trabalho colaborativo para gestão de fluxos de trabalho como atendimento ao cliente, vendas e tarefas. A maior parte dos fluxos de trabalho empresariais começam e terminam em email, mas as empresas acabam tendo que adotar várias ferramentas diferentes para gerir o seu negócio, como Help Desk e CRM", explica a co-fundadora Duda Bardavid, que além de empreendedora, é engenheira e ex-militar, formada no Instituto Militar de Engenharia (IME).

"Isso gera uma constante mudança de contexto, o que pode reduzir a produtividade dos times em até 40%. Nós estamos na missão de simplificar o trabalho de pequenas empresas, trazendo a gestão dos seus fluxos para dentro do lugar onde 6 milhões de empresas passam a maior parte do dia: o Gmail", completa Duda.

Certificada como Google Cloud Partner, a Startup, que atua especialmente no B2B, dobrou o seu faturamento em 2020 e tem planos de crescer 600% em 2021. "Com esse aporte, iremos investir na contratação de mais profissionais, na robustez do produto e na escalabilidade dos canais de aquisição de clientes", aponta Duda.

Deixe seu comentário