Relatório mostra aumento da demanda por educação online

0
0

Nos últimos dias, a Udemy – marketplace de ensino e aprendizado online – lançou o relatório "Online Learning Steps Up: What the World is Learning (from Home)". O relatório mostra aumentos significativos na demanda global da plataforma durante o distanciamento social, enquanto o trabalho remoto se torna o novo normal: aumento de 425% nas matrículas de usuários em cursos; aumento de 55% na criação de cursos por instrutores; aumento de 80% no uso por parte de empresas e governos (Udemy for Business).

"A missão da Udemy de melhorar vidas por meio do aprendizado nunca foi tão importante quanto agora, em meio aos desafios atuais", afirma Sergio Agudo, diretor de negócios da Udemy para a América Latina. "Continuamos comprometidos em oferecer uma forma acessível de aprender as habilidades que são necessárias para a atualidade e para o futuro, tanto para pessoas quanto para empresas ao redor do mundo. Nos últimos dois meses, vimos uma aceleração significativa na transformação para o novo futuro do trabalho."

O aprendizado online cresceu neste momento em que as pessoas estão procurando formas de se tornarem mais produtivas enquanto estão em casa. Entre as habilidades relacionadas à carreira que mais cresceram em número de matrículas em cursos na Udemy neste período estão: habilidades de comunicação (aumento de 131%), mindset de crescimento (aumento de 206%) e redes neurais (modelos computacionais inspirados no sistema nervoso central) (aumento de 61%). Também aumentou o acesso a cursos de temas ligados a hobbies e costumes, como pilates (aumento de 402%), desenho técnico (920%) e ukulele (292%).

Esse aumento na demanda está relacionado às ordens de permanecer em casa ao redor do mundo. Por exemplo, os dados mostram crescimento de 95% nas matrículas em cursos no Brasil, 130% nos Estados Unidos, 200% na Índia, 280% na Espanha e 320% na Itália.

• Neste período, os brasileiros se matricularam mais em cursos de marketing no Instagram (aumento de 103%), edição de vídeos (aumento de 102%) e desenho (aumento de 84%)
• Os americanos se interessaram mais por habilidades criativas, como Adobe Illustrator (aumento de 326%)
• Os espanhóis estão buscando aprender mais sobre piano (aumento de 466%) e investimentos (aumento de 262%)
• Os indianos estão buscando aprender mais sobre fundamentos de negócios (aumento de 281%) e habilidades de comunicação (aumento de 606%)
• Já os italianos estão se matriculando mais em cursos de violão (aumento de 431%), redação (aumento de 418%) e Photoshop (aumento de 347%)

A situação do aprendizado nas empresas

A pandemia da COVID-19 fez aumentar a confiança com relação ao aprendizado online por parte das empresas, ao mesmo tempo em que fez essas companhias passarem a trabalhar remotamente e cancelarem viagens, eventos e treinamentos presenciais. Na solução de aprendizado para empresas da Udemy, a Udemy for Business, houve grande aumento nas matrículas em cursos relacionados a teletrabalho (aumento de 21.598%) e equipes virtuais (1.523%), assim como em cursos sobre tomada de decisões (277%), autodisciplina (237%) e gestão do estresse (235%).

A situação do ensino online

Houve também crescimento na criação de cursos ao redor do mundo. Pessoas especializadas em diversos assuntos estão buscando dividir o seu conhecimento e complementar a sua renda por meio do ensino online. Entre as categorias com os maiores crescimento em número de novos cursos, estão produtividade do escritório (aumento de 159%), saúde e fitness (84%), TI e software (77%) e desenvolvimento pessoal (61%).

Deixe seu comentário