Oracle anuncia segunda região de nuvem em São Paulo

0
34

A crescente demanda das empresas por serviços em nuvem no Brasil foi um dos fatores que fizeram a Oracle a anunciar nesta quarta-feira,12, a disponibilidade de segunda região de nuvem, no município em Vinhedo (São Paulo). Essa iniciativa soma-se ao que foi aberto em São Paulo, em 2019, fazendo com que o Brasil seja o mais novo país a oferecer duas regiões. A abertura marca a 30ª região de nuvem da Oracle no mundo e é parte do plano global da empresa de operar 38 regiões até o final de 2021.

Os esforços de transformação digital no país foram acelerados pela pandemia global e a Oracle está trabalhando com organizações para ajudá-las a migrarem para a nuvem com segurança e em conformidade com os regulamentos de soberania de dados.

"Temos a certeza de que, com o nosso plano de expansão de infraestrutura na nuvem, continuamos a apoiar o crescimento das empresas, bem como democratizar o uso da tecnologia em todo o País. Incentivar os negócios dos diversos setores com inovação e, por consequência, gerar impacto positivo na sociedade. Isso faz parte da nossa visão", afirma Rodrigo Galvão, presidente da Oracle Brasil.

A Oracle continua fazendo investimentos significativos no Brasil a fim de apoiar o rápido crescimento dos clientes e parceiros.

O anúncio também marca uma parceria da Oracle com a Microsoft iniciada nos Estados Unidos devido à demanda dos próprios clientes das duas empresas, o que permitiu uma parceria inédita, que inclui a interoperabilidade de nuvem para ajudar os clientes em comum mundialmente, como a TIM Brasil, que está migrando seus dados de missão crítica para Oracle Cloud e Microsoft Azure. Essa interconectividade significa que as empresas podem agora levar suas cargas de trabalho para as regiões de nuvem da Oracle e Microsoft no país e também funcionar como site backup.

Segundo a empresa, ela tem uma estratégia exclusiva de duas regiões de nuvem que permite aos clientes implantarem aplicativos resilientes em diversos locais separados geograficamente para recuperação de desastres e com requisitos de conformidade – sem que dados confidenciais saiam do país. "A Oracle é o único grande provedor de nuvem com regiões de nuvem dupla no Brasil, permitindo que as empresas executem suas cargas de trabalho de missão crítica na Oracle Cloud".

Nova região

A nova região de nuvem fornecerá serviços Oracle Cloud Infrastructure, incluindo Oracle Autonomous Database, Kubernetes, solução Oracle Cloud VMware, Oracle Cloud Infrastructure e Oracle Cloud Applications. Também proporcionará diversos benefícios aos clientes, especialmente os de setores altamente regulamentados com restrições de acesso a servidores fora do território nacional.

A Oracle tem trabalhado para promover a adoção de energia renovável, melhorar a eficiência hídrica e obter certificações ambientais. A Oracle Cloud leva aos clientes a oportunidade de agregar valor aos negócios e reduzir seu impacto ambiental, desde o fornecimento de materiais e energia renovável até recursos de nuvem, como computação flexível, que combina com precisão esses recursos às necessidades de carga de trabalho de forma granular, o que reduz o consumo e os custos.

A região de nuvem de Vinhedo terá disponibilidade contínua de até 99,995%, garantindo que não haja interrupções. Além disso, a migração para a região da nuvem de Vinhedo levará às empresas segurança e nos exigentes requisitos de residência de dados, bem como na redução de custos operacionais e modernização de aplicações legadas. Empresas como TIM Brasil, SKY, Rumo e Sky.One são alguns dos clientes que se utilizam do controle e alto nível de segurança de dados pela Oracle

SKY

A SKY, que esteve na Live de anúncio da expansão, explicou que iniciou seu plano para jornada de transformação digital em 2018, quando a operadora de TV por satélite optou por usar Oracle Autonomous Database para executar análises automatizadas em tempo real com agilidade e segurança, levando mais valor aos seus clientes. O sistema opera na infraestrutura Oracle Cloud Infrastructure (OCI). A experiência gerou resultados importantes e, por isso, a SKY decidiu migrar, ainda este ano, 80% de seus datacenters para a infraestrutura na nuvem da Oracle.

Segundo André Nazaré, diretor de Infraestrutura e TI da SKY, o momento do mercado demanda agilidade da empresa que encontrou na OCI uma forma de atingir um time to market melhor. "Precisamos ter uma praticidade de fazer experimentações de produtos para desenvolver novas soluções. Com a OCI teremos oportunidade de inovar, testar e criar novas ofertas", destacou.

Expansão Global das regiões de Oracle Cloud

A Oracle abriu 12 regiões de nuvem, em 2020, e atualmente opera 30 regiões globalmente – 23 comerciais e sete governamentais e diversas regiões dedicadas aos serviços de inteligência dos Estados Unidos – a expansão mais rápida feita por qualquer grande provedor de nuvem.

Para ajudar os clientes a manterem a continuidade dos negócios e proteção contra desastres, atendendo aos requisitos de residência de dados de seu país, a empresa planeja estabelecer pelo menos duas regiões em quase todos os países onde atua. Os Estados Unidos, Canadá, União Européia, Reino Unido, Coreia do Sul, Japão, Brasil, Índia e Austrália já têm duas regiões de nuvem. As próximas regiões que incluem segundas regiões nos Estados Unidos, Arábia Saudita e União Europeia são Itália, Suécia e França; bem como novas regiões em Cingapura, África do Sul e Israel.

Deixe seu comentário