Pinpoint investe R$ 120 mil em novo centro de operações de rede

0

A Pinpoint almeja triplicar o número de clientes com a oferta de seu ambiente NIC (Network Intelligence Center), para gerenciamento de rede, na qual investiu R$ 120 mil somente em hardware e instalações.

Apontado pela empresa como uma evolução de sua oferta de centros de operações de rede (NOC), o ambiente foi dimensionar para atender usuários de diversos segmentos do mercado.

A Pinpoint, que atualmente gerencia mais de 90 redes corporativas para 60 empresas, tem na sua carteira clientes das áreas de finanças, telecomunicações, tecnologia da informação (TI) e indústria.

Para os clientes a vantagem é que não precisam fazer alto investimento para ter um centro de operações próprio, que inclui equipe, equipamentos e instalações específicas.

"Fornecemos nossa estrutura, processos e nossa equipe para gerenciar as redes de empresas, dispensando que elas tenham que possuir uma instalação própria, com equipe especializada e monitoramento constante", comenta Saulo Britto, sócio-diretor da Pinpoint.

Segundo ele, os diferenciais da oferta exclusiva de Network Inteligente Center da Pinpoint estão justamente em sua equipe de nível sênior e no método de implementação, que inclui o mapeamento personalizado da infraestrutura do cliente, otimizando o uso de recursos e o fluxo de trabalho.

"Com nossa oferta customizada, buscamos não impactar os recursos de TI do cliente, nem causar perda de tempo com implementações desnecessárias, entendendo antes como os recursos se combinam para suportar o negócio", afirma Britto.

Para tanto, a Pinpoint utiliza as ferramentas da ManageEngine, dos Estados Unidos, da qual é representante oficial no Brasil. Segundo Artur Araujo, sócio-diretor da Pinpoint, a empresa possui dez pessoas somente focadas em centro de operações de rede, oferecendo atendimento assertivo e com alto nível de análise.

"Nossa metodologia é oferecer soluções e informações ao cliente para que obtenha o melhor de sua rede, mesmo que fuja do escopo de nossa entrega", comenta.

Outra característica fundamental do Network Intelligence Center da Pinpoint está na tratativa detalhada de problemas e incidentes da rede, evitando o excesso de alarmes.

Na metodologia Pinpoint, após uma configuração adequada e otimizada para problemas reais da rede do cliente, todo alarme que ocorre gera um evento que será analisado pela equipe Pinpoint, para então ser encaminhado ao profissional responsável com o máximo de informações úteis para sua devida conclusão.

"Nosso objetivo com isso não é somente a eliminação do alarme, mas a redução do tempo necessário para essa eliminação", justifica Araujo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui