Verint cresce 25% no segundo trimestre fiscal impulsionada por aquisições

0
1

Com um crescimento de quase 25% na receita no segundo trimestre do ano fiscal de 2014, encerrado em julho, que subiu de US$ 222,4 milhões, registrados no mesmo período do exercíco fiscal anterior, para US$ 276,8 milhões, a Verint Systems continua apostando na estratégia de crescer por meio  da aquisição de empresas em segmentos complementares ao seu negócio, como também na expansão orgânica e geográfica.

A informação é de Nancy Treaster, gerente geral e responsável por operações estratégicas da empresa, que esteve no Brasil na semana passada para encontros com clientes e canais de distribuição brasileiros. Segundo a executiva, estão no "radar" da empresa 15 setores de mercado, que ela vem monitorando e avaliando regularmente para detectar oportunidades de consolidação.

A empresa projeta para este ano um faturamento por volta de U$ 1,12 bilhão e US$ 1,17 bilhão, o que é considerado pelos analistas um excelente desempenho, com valor das ações estimadas entre US$ 3,35 e US$ 3,50 cada. No ano, as ações  da Verint na Nasdaq já tiveram valorização de 43%.

Um dos negócios bem recebidos pelo mercado, que ajudou a alavancar os números da empresa, foi a aquisição no início do ano da Kana, que oferece soluções de atendimento ao cliente, como análise de desktop do agente, gestão de casos, gestão de conhecimento e e-mails, chat e gestão de resposta da mídia social. Com ela, foram acrescentados ao portfólio de clientes da Verint cerca de 900 novas empresas.

A Verint, por sua vez, oferece WFO – Work Force Management e Análise da Voz do Cliente, incluindo gravação de voz, biometria de voz, monitoramento da qualidade, análise do discurso, análise de texto, gerenciamento de feedback empresarial, gestão da força de trabalho, gestão de desempenho, desktop e análise de processos, e-learning e coaching. Essa junção possibilita agora uma oferta completa de software, serviços, suporte aos clientes.

Nancy TreasterAlém disso, segundo explica, o aumento da mobilidade e proliferação dos canais de comunicação tornou ainda mais difícil para as organizações gerenciarem as pessoas e os processos necessários para responder às expectativas dos consumidores de forma consistente, personalizada e contextual.

Muitas organizações estão se esforçando para tornarem-se mais focadas no cliente, pois as informações nesses ambientes dificilmente fluem de um canal para o outro. Para aumentar a receita das empresas a um custo razoável e, ainda, permitir duradouras relações com os clientes, é preciso gerenciar o envolvimento dos mesmos de forma abrangente, por meio de múltiplos canais de atendimento e criar maior valor de seus recursos.

Para atender essa demanda, a Verint lançou a solução Verint Mobile Workforce Optimization (WFO), disponível para diversas plataformas, incluindo Android do Google e iOS da Apple, com a finalidade de possibilitar que funcionários da linha de frente e gerentes utilizem os recursos da solução, mesmo quando estiverem em trânsito. "Ao permitir que seus funcionários trabalhem de onde quer que estejam, a Verint alinha os processos de negócios de acordo com as necessidades dos clientes, e atende às expectativas e preferências das atuais equipes de trabalho'', explica Diego G. Gomez, vice-presidente de vendas para América Latina e Caribe da Verint.

A empresa conta hoje com mais de 10 mil organizações como clientes em 150 países, incluindo mais de 80% das empresas da Fortune 100. Tem uma equipe de mais de 4.500 profissionais, sendo um terço deles focado nas áreas de pesquisa e desenvolvimento, o que é considerado como muito positivo pelo mercado investidor.

Deixe seu comentário