Trabalho remoto em uma atmosfera pós-COVID-19

0
41

Levadas pela necessidade de garantir a continuidade dos negócios durante a pandemia, muitas organizações tiveram de tomar decisões rápidas, estratégicas e táticas para capacitar mais de 90% de sua força de trabalho a trabalhar remotamente ao mesmo tempo. O trabalho remoto não é um conceito novo, o que é novo é que, durante esse período sem precedentes em que navegamos, mesmo o maior dos céticos da cultura do trabalho ágil teve de adotar e confiar nessa prática.

Embora soluções que permitem que uma empresa inteira trabalhe remotamente ao mesmo tempo já existam há algum tempo, a velocidade com que as organizações tiveram de adotá-las ao longo dos últimos meses trouxe uma série de novos desafios para todos.

Segurança 360o

Providenciar um sistema de segurança é crucial para a resiliência operacional de uma empresa. Em uma época em que as organizações estão tentando fazer mais com menos dinheiro e recursos, e a insegurança comercial é alta, vulnerabilidades podem vir rápido à tona, principalmente com o crescimento do trabalho remoto. Hackers já identificaram formas de explorar lacunas na segurança que a COVID-19 tem revelado e não hesitarão em usá-las em benefício próprio. Já é bem difícil manter os dados seguros com funcionários trabalhando no mesmo local e isso é ainda mais difícil com a força de trabalho em isolamento.

O primeiro passo para munir sua organização de meios para manter hackers sob controle tem início com os funcionários. Organizações não devem poupar tempo nem esforços para garantir a atualização completa de indivíduos com relação às melhores práticas para a proteção de dados e à ênfase nos potenciais riscos que uma higienização cibernética malfeita pode trazer ao negócio.

Uma abordagem "zero-trust" é outra tática que se aplica tanto à mentalidade dos funcionários quanto à forma como você gerencia a confiabilidade em redes e sistemas. O conceito se baseia no tratamento igual de todo o tráfego automaticamente, até que a identidade do usuário ou software seja identificada como segura e esteja dentro do ambiente da empresa. Com o advento das tecnologias de IA, como a aprendizagem de máquina, juntamente com a computação de alto desempenho, a capacidade de analisar grandes quantidades de informações de registro agora acontece em tempo quase real. Essa capacidade combinada pode fornecer análises cruciais, que podem ajudar a encontrar possíveis vetores de ataque e bloqueá-los antes que possam ser explorados – sejam malwares externos ou agentes internos ruins.

Você também pode contar com uma forte infraestrutura de área de trabalho para estabelecer ou expandir o acesso seguro a aplicativos e dados, da qual já testemunhamos casos em organizações de serviços financeiros para centros de atendimento.

Sobrecarga de rede

Não é nenhuma surpresa que, com o acentuado aumento na demanda por banda larga rápida e confiável, tenha vindo o inconveniente das sobrecargas e interrupções de rede. A banda larga doméstica e as redes móveis no Reino Unido não foram projetadas para aguentar 90% da força de trabalho do país acessando-as de casa, mas a pandemia global transformou as demandas da noite para o dia. Ainda que a responsabilidade pela garantia de conexões de rede fortes recaia parcialmente sobre os fornecedores de rede, há medidas que podem ser tomadas pelas organizações para manter os funcionários conectados e garantir a produtividade.

Assegurar que a infraestrutura da rede privada virtual (VPN) de sua empresa possa lidar com um alto número de usuários simultaneamente é a chave para a superação desse desafio. Embora o trabalho em casa e os problemas de rede que com ele vieram fossem antes vistos como uma questão temporária, a tendência da força de trabalho remoto continuada significa que todos dependerão de conexões rápidas e confiáveis o tempo todo. Assim como uma VPN forte, deve-se ter certeza de fornecer aos funcionários uma conexão forte e consistente com uma rede que tenha como compromisso a contínua melhoria de sua capacidade. Durante a pandemia, muitos dos principais fornecedores do Reino Unido e de todo o mundo têm reafirmado seus objetivos de oferecer a melhor conexão de rede possível.

Cultura empresarial

Frequentemente, vemos a tecnologia ser responsabilizada pelos desafios que as políticas de trabalho remoto trazem às organizações, quando, na realidade, a cultura empresarial desempenha um papel de igual ou maior importância na forma como essas práticas remotas são adotadas. É incontornável a necessidade de fornecer aos funcionários acesso remoto adequado – e equipamentos para trabalhar com segurança e produtividade em casa são fundamentais -, mas é tão importante quanto garantir processos e treinamentos para auxiliar essa mudança a colegas que não estão acostumados a ela.

Além disso, um dos maiores desafios veio não apenas da necessidade de uma infraestrutura segura, mas da recriação de um senso de cultura da empresa no âmbito de uma força de trabalho isolada. Além da necessidade das ferramentas de TI adequadas para apoiar os empreendimentos, as empresas devem procurar recriar uma razão de existir dentro de uma comunidade de trabalho. Em nosso próprio negócio, adotamos várias sessões focadas na cultura para incentivar os funcionários a manterem interações sociais com seus colegas a partir de suas casas, incluindo cafés da manhã virtuais uma vez por semana, para ajudar a replicar as conversas curtas que funcionários normalmente teriam em torno da máquina de café, que podem incentivar o compartilhamento de ideias e a resolução de problemas, e até mesmo concertos sexta-feira à noite realizados por membros da equipe.

O caminho a seguir

Agora que a maioria das empresas começou a se estabelecer na nova era do trabalho remoto, é possível que muitos estejam procurando refinar as estratégias, soluções e a cultura adotadas para atender suas necessidades a longo prazo.

O que ficou claro ao longo do lockdown é que, com o equilíbrio entre uma forte infraestrutura de TI e o foco na cultura da empresa e da comunidade, é possível alcançar um trabalho remoto seguro e produtivo. A melhor maneira de superar os desafios do trabalho remoto, agora e no futuro, é conectar e proteger – um conceito que acreditamos que permitirá que empresas e equipes continuem a florescer mesmo após a pandemia

Luis Albejante, diretor de produtos da Hewlett Packard Enterprise Brasil.

DIGITAL WOK PLACE FORUM

A TI Inside promove no dia 15 de dezembro próximo, a 2ª edição do Digital Work Place Forum, evento que vai discutir o novo ambiente de trabalho digital. Mais informações e inscrições no site.  

Deixe seu comentário