Unisys fornecerá soluções de TI para data centers instalados nas cidades-sede de jogos da Copa

0
19

A Unisys Brasil foi selecionada como membro do Consórcio Brasil Seguro, que fornecerá soluções de infraestrutura de missão crítica para as 12 cidades brasileiras que receberão os jogos da Copa do Mundo deste ano. O consórcio é formado ainda pelas empresas Agora Telecom, Comtex e Módulo, vencedor da concorrência promovida pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (SESGE), ligada ao Ministério da Justiça.

O contrato entre a SESGE e o Consórcio Brasil Seguro foi firmado no terceiro trimestre de 2013 por aproximadamente R$ 244 milhões. Pelos termos do acordo, a Unisys será responsável por prover todos os componentes de infraestrutura para garantir o desempenho e a disponibilidade das aplicações de missão crítica que serão executadas nos data centers.

Soluções de alta capacidade de processamento gráfico, thin clients, impressoras, plotters e outros equipamentos e softwares de backoffice complementam o ambiente. Serviços profissionais para a elaboração de projetos detalhados e transferência de conhecimento também fazem parte do escopo de atividades da Unisys.

"Para nós é uma grande satisfação fazer parte deste projeto de extrema relevância para o país. Esperamos que as tecnologias de ponta agregadas ao projeto possam contribuir para o sucesso do evento e a promoção do Brasil no cenário global", disse Agostinho Rocha, diretor-gerente para o Brasil e vice-presidente para América Latina da unidade de Tecnologia, Consultoria e Soluções de Integração (TCIS) da Unisys.

Sobre o consórcio

O Consórcio Brasil Seguro ficará responsável por fornecer soluções de tecnologia da informação, serviços e infraestrutura para os 13 Centros Integrados de Comando e Controle (CICC) instalados nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE) e Salvador (BA). A capital federal contará com um data center adicional que servirá como contingência.

Como parte da arquitetura de segurança pública que está sendo desenvolvida para o evento, estes centros irão gerenciar as informações de monitoramento de todas as entidades de segurança do país, entre elas Polícias Militar, Civil e Federal, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Além do monitoramento, as empresas que compõem o consórcio serão responsáveis pela conexão de aplicações, processamento e armazenamento de informações, além de soluções de atualizações de desktop.

Deixe seu comentário