Logística na era Covid-19: nunca foi tão fácil entender sobre transformação digital

1
0

Grandes players do varejo já respiram transformação digital há muito tempo. Uma prova disso é o crescimento das vendas online impulsionadas pelo aumento de confiança do consumidor e por campanhas de vendas como a Black Friday e Natal. Milhares de pessoas acompanham as promoções e oportunidades online durante a ocasião. Uma demanda que pede estrutura logística eficiente e tecnologia para gestão e controle das entregas dos produtos dentro do prazo acordado.

Além deste exemplo temos também marcas que trabalham com produtos de reposição baixa, "um a um", mantendo a qualidade e um atendimento diferenciado, acontece muito com redes de supermercados e farmácias. Aqui também é necessário aplicar um sistema de gestão logístico personalizado, e que compreenda essa demanda de forma efetiva, já que os produtos não podem estragar e nem faltar nas gôndolas.

Esses são alguns dos exemplos de como a transformação digital se fez necessária no varejo no quesito logística, onde especialmente nos deparamos com consumidores cada vez mais exigentes. E não foi difícil você encontrar este assunto junto a expressão "experiência do consumidor", que hoje pede imediatismo e excelência no atendimento. Pois é, vivemos a era da experiência e a logística ágil tem feito a diferença nesta questão.

Junto com todas essas mudanças surgiram no mercado diversas plataformas para trabalhar online, além, claro, dos softwares de gestão, área onde atuo como Head de Produto de Logística em uma grande companhia brasileira. Porém, aderir a tudo isso apenas para estar inserido no contexto de transformação digital nunca foi o ponto de partida, mas sempre foi uma tecla que eu e meus colegas de empresa trabalhamos com todos os nossos clientes e prospects: como você pode iniciar sua jornada de transformação digital?

Rever processos é o início da jornada

Para efetivar uma transformação digital é preciso entender dos processos da sua área, da sua empresa. Trata-se de uma mudança cultural. O ponto de partida é: como posso fazer essa a minha atividade melhor? Como posso otimizar a minha gestão?

Muitas empresas entenderam esse recado e começaram essa avaliação profunda muito antes da pandemia Covid- 19. Sim, mudar é complicado. Exige estudo, tempo, atenção e envolvimento de todos, além, claro, de um certo investimento. Talvez por essa razão, muitas organizações deixaram a questão de lado.

Hoje, diante de uma crise imprevisível, e com uma economia instável, muitas companhias se encontram realizando estes questionamentos que estavam de lado até então. Um processo que tem causado fobia e senso de urgência. Porém, mesmo com todas as questões sensíveis do momento, a verdade é que nunca ficou tão claro entender o que é transformação digital.

Grandes lições da logística

Além de todos os exemplos citados no início deste texto, a verdade é que diante de um cenário de pandemia o mercado digital tem sido a principal rota de atendimento dos consumidores. Com o confinamento das pessoas em casa, o consumo via rede virtual se fez mais que necessário. E, mais do que isso, as empresas, shoppings e lojas que tiveram que baixar suas portas, também encontram no e-commerce uma forma de manter a saúde de seus negócios.

Uma prova disso é que, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – ABComm – os impactos causados pelo Covid-19 já afetaram o e-commerce, que desde o dia 12 de março apresentou um aumento de 180% em transações nas categorias Alimentos e Bebidas e Beleza e Saúde.

Todos nós estamos sendo obrigados a rever nossa forma de trabalhar, independente de área de atuação e segmento. A tecnologia tem sido grande parceira dos empresários neste momento. Quem já estava dentro do processo sai um passo à frente, sem dúvidas. Mas quem começa essa jornada também não sai perdendo. Toda dificuldade nos gera uma oportunidade. Por isso me atrevo a dizer que neste momento nunca ficou tão claro realizar uma transformação. E no fim desta batalha, tenho certeza que muitas organizações serão verdadeiras cases para todo o mercado.

Anderson Benetti, head de produto na Senior Sistemas.

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário