Custo para produzir Google Glass é quase dez vezes menor que preço de venda, dizem especialistas

0
9

Depois de realizar nesta semana a desmontagem dos óculos conectados Google Glass, o grupo de análise e pesquisa de produtos IHS revelou que os custos com hardware e produção do dispositivo totalizam US$ 152,47 — valor quase dez vez menor que seu preço estimado para o varejo, de US$ 1,5 mil, segundo informações da Dow Jones.

Ainda assim, a IHS observa que essa estimativa podem não ser totalmente correta, uma vez que a maior parte dos custos associados com muitos dispositivos eletrônicos — particularmente o Google Glass — pode embutir despesas "não materiais", tais como custos de engenharia, desenvolvimento de software e de ferramentas. "Quando você compra um Google Glass por US$ 1,5 mil, você obtém muito mais do que apenas US$ 152,47 em peças e fabricação", disse Andrew Rassweiler, diretor sênior da IHS.

A IHS diz tratar-se, de todo modo, de um elevado sobrepreço. Em resposta, o gigante das buscas diz discordar do valor de custo de produção de seus óculos inteligentes divulgado pela consultoria. "Enquanto apreciamos mais uma tentativa de estimar o custo do Google Glass, este último da IHS, assim como o Teardown.com, é descontroladamente fora da realidade", disse um representante do Google, enfatizando que o custo de produção é maior do que o anunciado.

No fim do mês passado, o site Teardown.com, da TechInsights, também havia dado uma estimativa de custo para a montagem do Google Glass, ainda menor que o da IHS, por US$ 79,78.

O Google espera reduzir o preço do dispositivo, especialmente quando ele for liberado para venda ao público em geral. Segundo a companhia, os volumes de produção mais elevados provavelmente vão ajudar a reduzir os custos dos componentes. O Google Glass começou a ser vendido para o público norte-americano no dia 15 de abril.

Deixe seu comentário