Publicidade
Início Notícias Inteligência Artificial Estudo revela que qualidade dos dados é desafio ao uso de IA...

Estudo revela que qualidade dos dados é desafio ao uso de IA pelas empresas

0
Publicidade

Um novo relatório da F5 revela que, embora 75% das empresas estejam implementando IA, 72% relatam problemas significantes em relação à qualidade de dados e uma incapacidade para escalar práticas de dados.

Baseado em entrevistas com 700 líderes de tecnologia de todo o mundo, incluindo 25 do Brasil, o estudo O estudo 2024 State of Artificial Intelligence Application Strategy Report mostra que à medida que as empresas constroem um novo stack para suportar a crescente gama de serviços digitais movidos por IA, novos desafios surgem nas camadas de infraestrutura, dados, modelo, serviços de aplicação e aplicações, que precisam ser superados para uma adoção escalável generalizada.

“A IA é uma força disruptiva, que capacita as empresas a criar experiências digitais inovadoras e singulares. É importante considerar, no entanto, que as questões práticas da implementação de IA são muito complexas. Sem uma abordagem adequada e segura, o uso de IA pode ampliar significantemente a postura de risco de uma organização”, disse Kunal Anand, Vice-Presidente Executivo e CTO da F5. “O nosso relatório destaca uma tendência preocupante: em sua ânsia por utilizar IA, muitas empresas desconsideram a necessidade de uma base sólida. Esse descuido não só diminui a eficácia de suas soluções de IA, mas também expõe as empresas a um grande número de ameaças à segurança.”

As organizações estão entusiásticas acerca das perspectivas dos impactos da IA generativa nos negócios. Os entrevistados a citaram como a mais empolgante tendência tecnológica de 2024. Entretanto, apenas 24% das organizações dizem haver implementado IA generativa em escala.

Embora o uso de IA generativa esteja em ascensão, frequentemente os casos de uso mais comuns servem a funções menos estratégicas.

Os casos de uso mais citados como já implementados pelos entrevistados incluem copilotos e outras ferramentas de produtividade para funcionários (em uso por 40% dos entrevistados) e ferramentas de atendimento ao cliente, como chatbots (36%). As ferramentas para automação do fluxo de trabalho (36%) foram citadas como o caso de uso de IA de maior prioridade.

Obstáculos ao crescimento da IA nas camadas de infraestrutura e de dados

Quando os líderes empresariais examinam os desafios à implementação de aplicações baseadas em IA em escala, citam três principais preocupações encontradas na camada de infraestrutura:

• 62% apontam o custo da computação como uma grande preocupação no crescimento da IA

• 57% citam a segurança dos modelos como preocupação primária. Para resolver isto, os líderes empresariais esperam gastar 44% a mais em segurança ao longo dos próximos anos

• Mais de metade dos entrevistados (55%) ressaltam sua preocupação com o desempenho em todos os aspectos do modelo IA

Na camada de dados, a maturidade dos dados é um desafio mais imediato e potencialmente. Isso impacta a implementação generalizada de IA:

• 72% dos entrevistados citam a qualidade dos dados e uma incapacidade de ampliar práticas de dados como um dos principais obstáculos à ampliação da IA

• 53% apontam a falta de habilidades (head count) com IA e dados como um grande impedimento

• Embora 53% das empresas afirmem ter em operação uma estratégia de dados definida, mais de 77% das organizações entrevistadas dizem não ter uma fonte única de verdade para seus dados

A segurança cibernética permanece uma grande preocupação e consideração

Segundo o estudo, a segurança cibernética é uma preocupação principal para aqueles encarregados de entregar serviços de IA. Fatores como ataques movidos por IA, privacidade de dados, vazamento de dados, e maior responsabilidade se classificam dentre as principais preocupações com segurança de IA.

Quando perguntados sobre como planejam defender-se contra essas ameaças, protegendo as implementações de IA, os entrevistados concentram-se em app services. Isso inclui segurança de APIs (Application Programming Interfaces), monitoramento e proteção contra DDoS e bots:

• 42% afirmam estar usando ou planejando usar soluções de segurança para APIs para salvaguardar os dados que atravessam modelos de treinamento de IA

• 41% usam ou planejam usar ferramentas de monitoramento para ter visibilidade sobre o uso de apps de IA

• 39% usam ou planejam usar proteção contra DDoS para os modelos de IA

• 38% usam ou planejam usar proteção contra bots para os modelos de IA

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Sair da versão mobile