Google negocia parceria com HP para tornar Google Now a ferramenta de buscas das empresas

0
6

O Google está em negociações com a HP para que o assistente pessoal Google Now, presente em smartphones e tablets com o sistema operacional Android, seja a ferramenta de buscas por voz utilizada pelas empresas para obtenção de informações, tais como dados financeiros e estoque de produtos. A ideia, basicamente, é tornar o assistente uma plataforma para clientes corporativos, competindo com a Siri, a concorrente do iOS, da Apple, de acordo com o site de notícias sobre tecnologia The Information.

A reportagem diz que as duas empresas já vêm realizando conversações há cerca de um ano, embora o Google não tenha demonstrado tanto interesse no negócio até agora. Mas, segundo a publicação, a HP pode ser um parceiro estratégico, uma vez que tem raízes profundas no mercado corporativo e vem desenvolvendo uma ferramenta de buscas móvel, apelidada de "Enterprise Siri", de acordo com o site.

Na verdade, a HP havia discutido a ideia do "Enterprise Siri" com a Apple no início deste ano, antes da fabricante do iPad anunciar uma parceria com a IBM, no mês passado, diz o The Information. O site também afirma que a HP lançou a ideia de desenvolver um smartphone empresarial, de codinome Nexus, que teria recursos de criptografia avançados, mas que teria sido rejeitada pelo então chefe do Android, Andy Rubin.

Analistas ouvidos pelo The Information avaliaram a parceria com a HP como uma jogada interessante para o Google, já que a Apple acaba de assinar o megacontrato com a IBM e está prestes a expandir suas ofertas empresariais. O Google precisa encontrar uma maneira de aumentar a presença do Android nas empresas, pois está bem atrás do iOS, e a parceria com uma empresa experiente como a HP pode ser a resposta certa.

À medida que a disputa entre o Google e a Apple no mercado de smartphones se move para o mundo corporativo, a unidade Android tem conversado, além da HP, com outros fabricantes com o propósito de impulsionar o Google Now como um novo tipo de ferramenta de buscas de dados corporativos. A ideia é que os funcionários usem seus dispositivos Android para acessar informações empresariais, da mesma forma que fazem buscas pessoais. A ferramenta de buscas do Google não oferece integração com bancos de dados corporativos e aplicações de software, mas trata-se de uma área para a qual o Google tem olhado como muito interesse para tentar desbancar a liderança do iPhone nas empresas.

Deixe seu comentário