Em processo de reestruturação, Twitter anuncia corte de 8% no quadro de empregados

0
18

O Twitter anunciou nesta terça-feira, 13, que irá promover o corte de 8% dos postos de trabalho em todo mundo, o que resultará em até 336 demissões. Esse é o primeiro corte em massa na história de nove anos da empresa e ocorre cerca de uma semana depois de o cofundador da companhia, Jack Dorsey, ser nomeado novo CEO.

Em comunicado enviado à Securities and Exchange Commission (SEC), órgão que regula as empresas cotadas em bolsa nos Estados Unidos, o Twitter informa que os cortes de empregos afetarão principalmente as suas equipes de produto e engenharia em um esforço para "se organizar em torno de produtos que são prioridades da empresa e para aumentar sua eficiência".

"Estamos a avançar com uma reestruturação da nossa força de trabalho para que possamos colocar a nossa empresa em um caminho mais forte para crescer", escreveu o executivo em uma carta aos funcionários, ressaltando que a companhia fornecerá aos empregados afetados pela medida generosos pacotes de benefícios e ajuda para encontrarem um novo emprego. Os custos com indenizações podem chegar a US$ 20 milhões.

Deixe seu comentário