Para evitar sanções ao Brasil, Senado aprova IPI para produtos de informática

0
0

O Senado aprovou nesta quarta-feira (11/12) um projeto que impedirá sanções da Organização Mundial do Comércio (OMC) ao Brasil, motivadas por queixas da União Europeia e do Japão.

A proposta (PL 4.805/2019) autoriza a cobrança do IPI para produtos de informática e comunicação brasileiros, que terão outro tipo de compensação.

O relator, senador Plínio Valério (PSDB-AM), afirmou que as exportações brasileiras estão livres de represálias, como a sobretaxação. Já o senador Eduardo Braga (MDB-AM) destacou que nada muda em relação aos incentivos fiscais concedidos à Zona Franca de Manaus. As informações são da repórter da Rádio Senado Hérica Christian. Com informações da Agência Senado

Deixe seu comentário