Senai Cetiqt inaugura centro de estudos de moda 4.0 no Rio de Janeiro

1
29

O SENAI CETIQT inaugurou na sua Unidade Riachuelo, no Rio de Janeiro, o Fashion Lab, um centro aberto e colaborativo para a realização de experimentos que utilizam tecnologias inovadoras destinadas à indústria da moda, e a Fábrica Modelo, uma planta lean de confecção que serve como testbed para empresas e representa uma rampa rumo à Indústria 4.0. Ele rá receber a impressora 3D da Stratasys J750, modelo full color multimateriais de tecnologia PolyJet. "

A decisão de adquirir a impressora 3D Stratasys J750 parte da necessidade de introduzir e disseminar tecnologias disruptivas de maneira acessível e incremental aos processos de criação e desenvolvimento do setor em que atuamos", afirma Fabian Diniz, gerente do Instituto Senai de Tecnologia.

Além da impressora 3D, o Fashion Lab conta com equipamentos como cortadora a laser, cortadora de vinil, fresadora de alta precisão, máquina de costura de ultrassom e impressora plotter, destinada à produção de desenhos em grandes proporções.

Diniz explica que o objetivo da concepção do Fashion Lab foi criar um espaço de experimentação, aprendizado e inclusão de soluções tecnológicas de maneira colaborativa que pudesse ser usado por todos os elos da cadeia têxtil e de confecção. "Também pensamos em nortear a difusão e sistematização dos princípios e decisões estratégicas baseados nos conceitos da Indústria 4.0", afirma Diniz.

De acordo com Diniz, a impressora 3D Stratasys J750 será a protagonista do espaço de prototipagem do Fashion Lab, sendo fundamental para a aceleração de processos de criação de produtos que hoje levam semanas ou até meses. "Com o equipamento, esperamos oferecer para a indústria soluções diferenciadas de tecnologia. Ele também tem aplicação como instrumento para pesquisa e desenvolvimento de soluções em programações de materiais. Além disso, irá apoiar o desenvolvimento de projetos, editais e soluções para atendimentos das empresas âncora do laboratório", diz.

O interesse do SENAI CETIQT no modelo J750 surgiu por meio de conversas realizadas com diversos representantes de grandes empresas do País. "Tivemos um feedback bem encorajador a respeito deste modelo. Já temos esboços de trabalhos que devem ser desenvolvidos exclusivamente nela", conclui Diniz.

Deixe seu comentário