Publicidade
Início Notícias Negócios Mercado de TI no Brasil poderá crescer 20% em 2021 aponta pesquisa

Mercado de TI no Brasil poderá crescer 20% em 2021 aponta pesquisa

0
Publicidade

De acordo com a pesquisa feita pela iMonitor IT, o primeiro trimestre de 2021 foi excepcional para o setor brasileiro de TI, que registrou 15,7% de crescimento em comparação ao mesmo período do ano passado.

A consultoria ouviu 4.500 empresas, sendo que 55% delas possuem um quadro de até 50 colaboradores, com 63% registrando um faturamento anual de até R$ 9 milhões. Quanto ao perfil dos entrevistados, 88% são C-Level (sócio, proprietário, CEO, presidente, diretor) e em relação à atividade principal 43% atuam no segmento de serviços e 29% no de software, formando um universo extremamente qualificado.

“Em mais de dez anos deste levantamento, foi a primeira vez que se registrou um crescimento de 2 dígitos em um primeiro trimestre. E há uma indicação de que podemos chegar a 20% de crescimento em 2021. Daí a importância do direcionamento e do estímulo ao desenvolvimento de políticas públicas alinhadas ao ecossistema e que impulsionem a indústria brasileira de software e de serviços tanto no âmbito interno como na busca por espaços no exterior”, analisa Delgado, presidente da Softex, acrescentando que representa um atestado de qualidade estar ao lado da Assespro e da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) neste levantamento.

A Softex foi uma das entidades mais citadas – ao lado da Assespro e da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) – na pesquisa iMonitor IT, levantamento trimestral realizado pela Advance Consulting para analisar a percepção dos empresários sobre o momento do mercado.

A entidade, que este ano completa 25 anos de atividades, atua para impulsionar o desenvolvimento do Brasil por meio da inovação e da Transformação Digital, criando, promovendo e executando diversos programas de apoio e fomento ao setor de TICs em âmbito nacional e internacional. Em seu portfólio de execução estão, entre outros, os programas StartUp Brasil, Inova Maranhão, TechD, Brasil Mais TI, Escola do Trabalhador 4.0, Conexão Startup Brasil, Brasil IT+, Distrito Digital e MPS.BR.

A pesquisa aponta muitas oportunidades, mas também desafios. De acordo com a pesquisa iMonitor IT, 2021 será um ano de muitos projetos pequenos, mas requerendo alta velocidade para vender e implementar. Projeta-se um aumento de vendas de TI nos segmentos de educação, saúde e varejo – muito defasados tecnologicamente, bem como de soluções de nuvem, segurança, ferramentas de análise e produtos satélites ao sistema de gestão empresarial (ERP).

Em 2020, houve um recorde de ataques de hackers, assustando fortemente os empresários e promovendo uma busca acelerada por soluções de segurança e nuvem. Aliás, o ano passado agilizou como nunca o desenvolvimento de IaaS (Infraestrutura como serviço), que cresceu 41,5%.

O mercado também percebeu que a tecnologia é peça fundamental para sobrevivência e crescimento. Em especial o mercado de empresas de menor porte (SMB – small and midsize business), que está buscando ferramentas tecnológicas para aumentar sua produtividade e competitividade. Em 2021, os empresários esperam grande parte do crescimento de adoção de nuvem vindo do consumo das SMBs.

Para Dagoberto Hajjar, da Advance Consulting, apesar do cenário positivo, os empresários do setor enfrentarão alguns desafios. “Déficit de profissionais de TI, aumentar as vendas através de expansão, aumentar a geração de leads qualificados e dar conta de atender uma possível demanda maior do que a nossa capacidade, especialmente na área de serviços, são alguns deles”, destaca.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile