Hotel na Amazônia implementa SAP Business One para aliar turismo e preservação ambiental

0
0

Estabelecido num santuário ecológico na Amazônia, o hotel Cristalino Lodge buscou a  apoio da tecnologia para melhorar a gestão de um negócio que combina hotelaria, turismo e preservação ambiental.

Inaugurado em 1990, o Cristalino Lodge está sediado à beira do rio Cristalino, no Mato Grosso, estado com três dos mais importantes biomas brasileiros: a Amazônia, o Pantanal e o Cerrado. Dos 11.399 hectares de área, dois foram utilizados para construir as instalações do hotel – a renda gerada pelo ecoturismo serve para manter intactos os outros 11.397 hectares de floresta amazônica.

Para melhorar a conscientização ecológica na região, parte da renda do hotel é destinada aos projetos da Fundação Ecológica Cristalino. Entre as atividades estão iniciativas de educação ambiental para crianças, fomento de alternativas econômicas sustentáveis, pesquisa científica e monitoramento das reservas florestais.

Alex Da Riva, gerente do hotel, explica o histórico de adoção do software da SAP para administrar as atividades do hotel: "Adotamos o SAP Business One em 2013, e a nossa maior dificuldade era melhorar a gestão financeira e contábil do negócio".

De acordo com Da Riva, a intenção era aprimorar a visão do fluxo de caixa, de modo a entender a real situação da instituição e tomar as melhores decisões para garantir o crescimento do hotel. "Utilizamos o SAP Business One em vários setores da empresa – compras, estoques, vendas de pacotes, gestão financeira e até mesmo a gestão do bar e do restaurante do hotel", explica.

Para dar conta dessa transição, a empresa fez alguns testes. "Depois de validar esses processos, importamos as informações e começamos a usar efetivamente o SAP. A fase de testes foi importante, com muita ajuda dos consultores da Seidor para melhorar esses processos de negócios". A implementação levou alguns meses, complementa Da Riva. "A parte técnica não é tão difícil, o mais complicado é entender quais processos podem ser melhorados com a adoção do software".

Entre os benefícios, Da Riva destaca relatórios financeiros e operacionais mais precisos. "Assim temos uma avaliação em tempo real do negócio. Conseguimos também uma melhor gestão das vendas e podemos oferecer incentivos aos vendedores, o que aumenta a produtividade da equipe de vendas. Além disso, temos mais controle das compras e dos estoques, gerando mais eficiência e economia na gestão".

Segundo Da Riva, outra vantagem é a administração da cadeia de fornecedores, algo fundamental para o ramo hoteleiro. "Conseguimos fazer projeções futuras e acompanhamento. Outro aspecto melhorado pelo SAP é a manutenção dos equipamentos dos hotéis – consigo saber as datas de manutenção e prever se um equipamento está ficando obsoleto e precisa ser trocado antecipadamente", enfatiza.

Deixe seu comentário