Febratel lembra que avanço das TICs passa por redução da carga tributária

0
0

Ao comentar em nota a pesquisa TIC nos Domicílios, realizada pelo CETIC.Br e divulgada esta semana, a Febratel (federação que congrega as entidades de representação empresarial do setor de telecomunicações) destaca que "se o preço é a principal barreira para o acesso dos brasileiros à internet, a alta carga tributária é a principal barreira para a redução dos preços dos serviços de telecomunicações no Brasil".

A Febratel relembra que a pesquisa mostrou que 89% dos brasileiros com mais de 10 anos que acessam a internet o fazem pelo celular – enquanto 65% usam computadores, notebooks ou tablets. Segundo a pesquisa, o celular é o meio de maior acesso à rede entre os internautas brasileiros.

Para a Federação, "é preciso avançar com uma regulação mais inteligente, menor carga tributária e segurança jurídica que atraia cada vez mais investimentos". Segundo a entidade, de cada R$10,00 gastos pelo usuário para usar os serviços, mais da metade vai só para pagar impostos e taxas, que vão para os cofres públicos.

"Ao recolher mais da metade do que o usuário de telefonia paga, o Estado retira das pessoas tempo de acesso à internet, que permite o uso de serviços de saúde, educação, trabalho e renda – a própria pesquisa mostra como tem crescido o uso de serviços de governo eletrônico em sete áreas, como saúde, educação, impostos e obtenção de documentos", diz a nota da federação.

Deixe seu comentário