Publicidade
Início Segurança Cases Camiseta de Jair Bolsonaro é utilizada como tema de campanha falsa do...

Camiseta de Jair Bolsonaro é utilizada como tema de campanha falsa do WhatsApp

0
Publicidade

O primeiro golpe envolvendo o tema eleições envolve o candidato Jair Bolsonaro. A mecânica do golpe é simples: a vítima entra em um site falso e deve cadastrar seus dados pessoais para ganhar uma camiseta especial para eleitores do candidato. Além disso, fazendo uso de engenharia social, a pessoa precisa compartilhar com seus outros contatos para conseguir ter acesso ao seu prêmio. Após isso, a vítima recebe a mensagem “Eu já ganhei uma camiseta de Bolsonaro. E você?” que contém um link encurtado que promete duas supostas camisetas com frases comuns entre os eleitores do presidenciável:

Ao acessar o link, o usuário é redirecionado para uma página fraudulenta e, para ter acesso ao seu prêmio, o site solicita o nome e endereço da vítima, além de solicitar que compartilhe o link com dez contatos da sua lista de amigos:

Imediatamente após compartilhar o link por WhatsApp, o usuário é levado para um site cheio de propagandas, com um texto mais simples sobre o tema. Essa tática, por causa da grande quantia de visitantes, faz com que o cibercriminoso consiga monetizar o golpe.

De acordo com Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kasperksy Lab, os resultados do golpe podem variar de acordo com o smartphone e a localização do visitante. “É a mesma tática de golpes anteriores que utiliza um tema de grande interesse da população, neste caso, os candidados à presidência no Brasil. O criminoso ganha de muitas formas: pelos milhares de page-views no site cheio de propaganda, pela instalação dos aplicativos sugeridos pela página, num esquema de pay-per-install ou até mesmo com a oferta de instalação de apps maliciosos, como já vimos anteriormente”, finaliza.

Além disso, o site que usuário é redirecionado pede permissão para enviar notificações – criando uma grande base de dados que poderá ser utilizada futuramente com fins maliciosos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile