Publicidade
Início Notícias Negócios Quase 90% das empresas têm como objetivo investir em inteligência artificial

Quase 90% das empresas têm como objetivo investir em inteligência artificial

0
Publicidade

A IFS anuncia os resultados de um estudo global sobre atitudes e estratégias relacionadas à inteligência artificial (IA) entre líderes de negócios. O estudo foi baseado em entrevista com 600 líderes de negócios em todo o mundo e um amplo espectro de indústrias envolvidas com suas empresas de tecnologia corporativa, incluindo softwares de gestão empresarial (ERP), gerenciamento de ativos corporativos (EAM) e gerenciamento de serviços de campo (FSM).

Conclusões chaves:

· Cerca de 90% dos entrevistados relataram haver pelo menos alguns planos para implementar a IA em várias partes de seus negócios. A automação industrial foi a área de investimento mais comum relatada, com 44,6% de planejamento de projetos de IA, enquanto o gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) e o planejamento e logística do estoque ficaram em segundo lugar, com 38,9%.

· Quando perguntados como planejam usar a IA, 60,6% disseram que esperam que isso os ajudasse a tornar os funcionários existentes mais produtivos. Pouco menos da metade, 47,9%, disseram que usariam a IA para agregar valor aos produtos e serviços que vendem aos clientes. Cerca de 18,1% disseram que o usariam proativamente para substituir os trabalhadores existentes.

· Embora a maioria dos entrevistados tenha previsto aumento de produtividade com a IA, 29,3% prevê que IA levará a uma redução no número de funcionários em sua indústria. Para gerenciar isso, 56% dos entrevistados afirmaram que a sociedade poderia se preparar melhor alterando os programas educacionais para preparar os trabalhadores para fazer uso direto das ferramentas de IA para aumentar sua própria produtividade. Outros 23,4% disseram esperar que o mercado crie novos empregos para as pessoas dispensadas pela IA, enquanto 15,4% sugeriram reduzir a semana de trabalho para 30 horas.

“A IA não é mais uma tecnologia emergente. Ela está sendo implementada para oferecer suporte à automação comercial aqui e agora, como este estudo prova claramente”, afirmou o VP de IA e RPA da IFS, Bob de Caux. “Estamos vendo muitos exemplos do mundo real em que a tecnologia está aprimorando os processos de tomada de decisão existentes, fornecendo aos usuários informações mais oportunas, precisas e pertinentes. Na economia disruptiva de hoje, a convergência de tecnologias como IA, RPA (Processo de Automação Robótica) e IoT está impulsionando uma nova forma de automação comercial, que fornecerá às empresas que são corajosas o suficiente as ferramentas e os serviços necessários para serem mais competitivas e superam os concorrentes que são maiores.”

Uma empresa que foi pioneira na adoção de soluções de automação industrial e que faz uso da robótica para transformar sua estratégia de negócios, e por isso está assumindo a liderança é a norte-americana de manufatura de embalagens Cheer Pack, que implantou uma frota de veículos autônomos comandados por uma IA para robotizar os movimentos de materiais em sua fábrica nos EUA e já vem tendo fortes retornos sobre o investimento.

O diretor de TI da Cheer Pack, Alex Ivkovic, observou: “Nossa expectativa é que a economia de custos seja superior a US$ 1,5 milhão por ano. Além disso, todo e qualquer funcionário será redirecionado para uma posição mais qualificada, ajudando-nos com a nossa escassez de mão-de-obra.”
Bob De Caux concluiu: “Os resultados do estudo e os cenários do mundo real percebidos por nossos clientes apontam para a conclusão de que é o momento certo para as empresas colherem benefícios de negócios e financeiros com a automação da tecnologia. Apaixonar-se pela IA é fácil, mas o sucesso requer ações disruptivas junto aos modelos de negócios existentes. As próprias tecnologias não são uma solução milagrosa, nem são uma solução universal para qualquer problema. No entanto, com o modelo de dados correto e casos de uso viáveis, a IA pode oferecer suporte à produtividade aprimorada e oferece benefícios significativos tanto para as operações quanto para os negócios em geral. A IA será usada pela grande maioria das organizações de alguma forma em um futuro próximo, extraindo valor real de processos inteligentes, por um longo prazo.”

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile