Apple adquire startup Xnor.ai por US$ 200 milhões

0
0

A Apple adquiriu a Xnor.ai, uma startup de Seattle (EUA) especializada em ferramentas de inteligência artificial, segundo revela fontes do site GeekWire. Por um valor na faixa de US$ 200 milhões. O acordo sugere que as ferramentas de reconhecimento de imagem habilitadas para IA do Xnor podem se tornar recursos padrão em futuros iPhones e webcams.

A aquisição da Xnor.ai representa uma vitória para o Allen Institute for Artificial Intelligence, ou AI2, criado pelo falecido co-fundador da Microsoft Paul Allen para impulsionar a pesquisa em IA. Foi o segundo lançamento da incubadora de startups da AI2, após o Kitt.ai, que foi adquirido pela empresa de pesquisa chinesa Baidu em 2017 por uma quantia não revelada.

O Xnor.ai também desenvolveu uma plataforma de autoatendimento que tornou possível para os desenvolvedores de software, mesmo aqueles que não são especialistas em IA inserir códigos e bibliotecas de dados centrados em IA em aplicativos para dispositivos móveis.

A Xnor.ai recentemente ficou em 44º lugar na lista da Forbes das empresas de IA mais promissoras da América. A empresa obteve vários avanços notáveis em 2019, incluindo o desenvolvimento de um chip de IA autônomo capaz de funcionar por anos com energia solar ou uma bateria do tamanho de uma moeda, a estreia de um dispositivo habilitado para IA que pode monitorar autonomamente as prateleiras dos supermercados; e um acordo para incorporar sua tecnologia de reconhecimento de pessoas nas câmeras de segurança de baixo custo da Wyze Labs.

O fundo Madrona e AI2 investiram na Xnor.ai em 2017 cerca de US$ 2,6 milhões em financiamento inicial. Um ano depois, Madrona liderou uma rodada de financiamento da Série A de US$ 12 milhões, com apoio adicional da Autotech Ventures, NGP Capital e Catapult Ventures. Quando o empreendimento foi realizado, havia apenas seis funcionários, hoje são 70.

Deixe seu comentário