Netflix negocia entrada na China e ações superam a marca de US$ 600 pela primeira vez

0
2

As ações do Netflix ultrapassaram a marca de US$ 600 pela primeira vez nesta sexta-feira, 15, com a notícia de que a produtora e fornecedora de conteúdos via internet está em conversações com uma empresa de mídia chinesa, e outros parceiros, para ingressar no mercado chinês de vídeos online, avaliado em US$ 5,9 bilhões.

Os papéis da companhia abriram o pregão da Nasdaq valendo US$ 604,55, alta de 3% em relação ao preço do fechamento do dia anterior e às 15h30 (horário de Brasília) atingiram pico de US$ 618,18, elevação de 5,3%. As ações encerraram o pregão em alta de 4,4%, cotadas a US$ 613,25.

De acordo com executivos das empresas envolvidas nas negociações, dentre os possíveis parceiros da Netflix está a Wasu Media Holding, financiada por Jack Ma, fundador do gigante chinês do e-commerce Alibaba, segundo informa o The Wall Street Journal. Em estágio inicial, as negociações ainda devem passar pela aprovação dos órgãos reguladores chineses, devido ao conteúdo censurável em alguns dos programas exibidos pelo Netflix.

O movimento vem depois de executivos do Netflix afirmarem que planejam um agressivo esforço global, conforme retarda o crescimento de assinantes nos EUA. O Netflix planeja "ser quase global até o fim de 2016", declarou a representante Anne Marie Squeo, em resposta a uma possível parceria na China.

Deixe seu comentário