A Colaboração Virtual como apoio às políticas de distanciamento

0
18

A Realidade Aumentada é um dos pilares mais inovadores da Indústria 4.0 e consiste no uso de uma ferramenta que possibilita a projeção de textos e imagens sob a visão do mundo real. Para tal, o usuário necessita de dispositivos que possuam no mínimo três funcionalidades: aquisição de imagens (câmera), projetor (tela, projetores de luz ou de laser) e sistema de processamento.

Outras funcionalidades adicionais, como a aquisição de áudio, a geolocalização e a conexão wireless, tais como RFID, Bluetooth, Wi-Fi, GPRS, GPS, são geralmente encontradas nos dispositivos de Realidade Aumentada.

O sistema processa as imagens capturadas pelo dispositivo e projeta uma resposta visual sobre a imagem do mundo real. Este processamento ocorre no dispositivo ou num sistema externo (on premise, cloud ou híbrido) e pode contemplar a identificação de imagens com visão computacional, a leitura de códigos e comandos do usuário a partir da movimentação das mãos, cliques na tela e comandos de voz às integrações entre sistemas e o banco de dados, entre outras.

Outra funcionalidade poderosa cada vez mais utilizada neste universo digital é a Colaboração Virtual, que agrega todo o potencial de uso da Realidade Aumentada a uma ferramenta que possibilita a interação entre duas ou mais pessoas, estando uma na linha de frente e as demais remotas.

Neste caso, uma pessoa acompanha, por meio da tela de um computador, smartphone ou tablet, o vídeo e áudio que são captados em tempo real pelo dispositivo de Realidade Aumentada, que podem ser wearables, como os relógios e óculos inteligentes, que estão sendo usados por alguém em campo, possibilitando inclusive uma conversa de voz entre ambos usuários.

Já há indicadores no mercado mostrando que o uso de Realidade Aumentada com a Colaboração Virtual aumenta a taxa de sucesso de manutenção na primeira tentativa em 40%, a dos processos de manutenção em 60%, a produtividade dos técnicos assistidos no chão de fábrica em 50% e ainda diminuem erros de procedimentos em 70% e, principalmente, os acidentes e os incidentes de segurança em 20%.

Em períodos de contingência, como tivemos nas últimas semanas em decorrência do vírus Covid-19, podemos constatar a necessidade do uso de recursos que mitigam a alocação desnecessária de pessoas em ambientes de risco, sejam eles físicos, químicos, ergonômicos ou biológicos. Além de, por meio do uso da tecnologia, evitar que várias atividades sejam impactadas, como a manutenção de equipamentos, o levantamento de dados em campo para a elaboração de projetos e a aquisição de informações.

Neste contexto, a aplicação de soluções de Realidade Aumentada que incluem a Colaboração Virtual minimiza o contingente de colaboradores expostos a riscos. A segurança deles é ainda mais potencializada com o uso integrado às soluções de robótica.

Juntas, as tecnologias de Colaboração Virtual e Realidade Aumentada capacitam as empresas para otimizarem seus processos produtivos, assim como ampliam o engajamento e a motivação das equipes. Ou seja, os negócios são preservados, assim como o bem mais valioso das empresas, que são as pessoas!

Robert Braga, gerente comercial de Metal & Mining da Engineering.

Deixe seu comentário