Todas as lojas online no Brasil possuem um erro que impede compra móvel, diz estudo

0
0

A totalidade das lojas virtuais no Brasil possui ao menos um erro que impede a realização de compra por meio de smartphones e tablets, prejudicando, portanto, o faturamento da empresa.

Grande parte dos erros (69%) concentra-se no check-out, especialmente na geração de boletos para pagamento.

Cerca de 14% dos sistemas operacionais, mesmo com uso de versões para smartphones, apresentam erros críticos que impedem a compra do produto.

A maior perda de faturamento é na primeira compra. Clientes cadastrados enfrentam menos problemas.

Essas são algumas das constatações de estudo do DeviceLab junto a sites que representam cerca de 80% do faturamento do varejo online do Brasil.

O laboratório de testes de dispositivos com ambiente controlado avaliou a experiência de compra móvel tendo por base os critérios performance, compatibilidade e usabilidade. Cerca de 1.700 testes de compra foram realizados entre 20 de março e 03 de maio de 2013.

De acordo com o DeviceLab, foram analisados os processos de busca, detalhe do produto e check out. Todos os problemas identificados que inviabilizaram a compra foram considerados críticos.

O laboratório revela que clientes com Android e Windows Phone tiveram mais dificuldades para acessar a ferramenta de busca devido, muitas vezes, a um "comportamento instável" do teclado.

Os pesquisadores também consideraram "difícil em qualquer aparelho e sistema operacional" visualizar imagens e as descrições dos produtos com clareza.

A pesquisa também aponta algumas dicas para melhorar a experiência de compra com dispositivos móveis no Brasil, como inserir os clientes no processo de planejamento, desenvolvimento e implantação do m-commerce, revisar a arquitetura para facilitar a leitura  em telas menores e usar geolocalização para reduzir informações de cadastro, entre outras.

O estudo completo do DeviceLab será apresentado no Rio Info 2013 (www.rioinfo.com.br), no dia 19 de setembro, às 14 horas.

Image courtesy of watcharakun at FreeDigitalPhotos.net

Deixe seu comentário