Infraestrutura de internet 'precisa de atualização ou mais apagões irão acontecer', alertam especialistas

0
0

Especialistas têm alertado para mais apagões da internet após acidente que tirou o eBay do ar no norte da Europa, nesta semana. Segundo eles, velhos sistemas usados há décadas ??para organizar a world wide web  já não conseguem mais suportar a demanda imposta por novos dispositivos e websites.

A web ultrapassou as estimativas de crescimento na terça-feira, 12, fazendo com que o tráfego a atingisse níveis sem precedentes e causasse o colapso de algumas das peças mais antigas dos equipamentos que mantêm o fluxo de informações, segundo informa o The Guardian.

Embora engenheiros de todo o mundo tenham contribuído para corrigir o problema, o monitor de tráfego de internet informou que o número de rotas que sofreram interrupções na terça-feira havia dobrado para 12,6 mil. Em um dia típico de falhas o número de rotas afetadas é de 6 mil.

As queixas começaram a inundar os fóruns de bate-papo e o Twitter com relatos que os leilões do eBay estavam interrompidos e de pessoas que trabalham em escritórios dizendo que não conseguiam usar o serviço de nuvem Office 360 da Microsoft ou de usar o serviço de proteção por senha LastPass. "A internet quebrou sob seu próprio peso", disse o site de tecnologia The Register.

No cerne dos problemas de terça-feira estava um sistema conhecido como Border Gateway Protocol (BGP) — basicamente um mapa da internet que lista as centenas de milhares de rotas ou percursos de conexões de notebooks, tablets e smartphones para outros trajetos ou para sites e servidores corporativos em todo o mundo.

O BGP lista rotas para a web, conexões de redes de provedores de banda larga, ligando-os entre si, e para destinos como a Apple ou data centers do Google. Nesta semana, o número de rotas mapeadas pelo BGP ultrapassou 512 mil. O número é significativo, pois alguns roteadores mais velhos — equipamentos que formam a espinha dorsal da internet, selecionando os caminhos tomados por pacotes de informação — não são mais capazes de "lembrar" de 512 mil rotas. Além disso, muitos simplesmente "esquecem" as rotas, causando interrupções.

Alguns especialistas da web estão culpando o aumento do tráfego por um aparente erro da gigante americana Verizon — problema que durou apenas cinco minutos, mas grande o suficiente para derrubar grandes áreas de internet.

A fabricante de equipamentos de rede Cisco vem alertando desde maio que alguns de seus roteadores mais antigos entrariam em colapso sob tensão, a menos que recebessem uma atualização de software. Mas atualizar ou substituir esses sistemas pode ser complicado. "Você pode simplesmente mudar alguns valores nas caixas e reinicie a máquina inteira", disse James Blessing, presidente da Associação de Provedores de Serviços de Internet do Reino Unidos, que tem cerca de 300 membros. "Infelizmente, essas caixas têm centenas de clientes ligados a elas e para obter a permissão de todos para fazer isso é uma dor de cabeça."

Sem a atualização, no entanto, um outro pico de tráfego "fechará as portas" desses roteadores, segundo os especialistas.

Outro problema relacionado é que o mundo está ficando sem endereços de internet. Os fornecedores nacionais de banda larga têm sido lentos na implantação do novo IPv6, em substituição ao IPv4 cujas conexões estão praticamente esgotadas — o IPv4 tem 4,3 bilhões de combinações possíveis, enquanto o IPv6, que utiliza mais dígitos, tem um potencial de 340 trilhões de combinações, mais do que o planeta é suscetível de precisar, pelo menos por um tempo.

Deixe seu comentário