Como desenvolver uma campanha de marketing digital com pouco investimento

0
23

Podemos dizer que o marketing digital é a ação de comunicação ideal tanto para pequenas como grandes empresas. Funciona como parte de uma estratégia e para as menores e médias empresas é fundamental contar com essa ação para ter um primeiro contato com o consumidor sem exigir muito investimento. O marketing digital é muito mais acessível financeiramente do que mídias de massa, além de poder ser bem segmentado, otimizando ainda mais o investimento.

Para as grandes empresas, o digital funciona como um braço da comunicação, podendo ser o principal ou apenas um suporte à comunicação. Para ambos os casos dizemos que é "obrigatório" estar presente no digital, seja com site, redes sociais, mídias, email marketing ou qualquer outra ferramenta, porque 74% das pessoas pesquisam na internet os produtos que pretendem comprar. Isso quer dizer que estar presente e ativo na internet deixa de ser um diferencial e passa ser essencial.

Os números recentes mostram que o Brasil é apontado como o maior investidor do segmento digital na América Latina e, se em 2014 os números do setor indicaram que R$3,19 bilhões foram gastos em publicidade digital, para esse ano a previsão é ainda mais otimista, podendo alcançar um crescimento de 15%.

A grande vantagem do marketing digital é que você tem o poder de direcionar seus esforços de divulgação em quem realmente está interessado em seus produtos ou serviços. Usando minha experiência como diretor da MobiTech, uma agência de publicidade online, selecionei três opções de baixo custo – dentre as principais ferramentas e meios do digital – e que podem fazer toda diferença.

– SEO

SEO (Search Engine Optimization) são estratégias e técnicas que visam fazer um site subir no ranking dos motores de busca de forma "espontânea". Ao invés de pagar ao Google para aparecer (Adwords), como em um anúncio, a marca aparece como resposta normal para a pesquisa. SEO não é uma ferramenta com retorno imediato, e sim algo que começará a dar retorno em médio e longo prazo. Se trabalhado em conjunto com o Adwords, pode trazer grandes resultados com baixos investimentos.

– Adwords

Links patrocinados no Google é uma das maneiras mais eficientes de gerar tráfego para um site e relacionar a venda de produtos e serviços. No Google você compra "palavras-chave", por exemplo: compro a palavra livraria e escolho para segmentar para a cidade de São Paulo. Quando alguém de São Paulo buscar "Onde encontrar uma livraria?", caso você tenha comprado essa palavra chave, seu anúncio irá aparecer. Você aparece EXATAMENTE para a pessoa que está interessada no seu serviço ou produto.

O melhor de tudo isso é que você tem a opção de só pagar caso a pessoa clique no seu anúncio, ou seja, você só paga por visitas obtidas.

– FACEBOOK Ads

No Facebook você mostra seus anúncios para as pessoas de acordo com seus interesses, localidade e idade. Lá você pode anunciar em diversos formatos, seja uma fanpage, site, imagem ou localização. Para quem tem um negócio local, pode ser uma ótima ferramenta pela alternativa de anúncio por localidade. O Facebook é a ferramenta mais acessível para pequenas e médias empresas e melhor opção do que anunciar nas mídias tradicionais de massa. A segmentação dos anúncios é muito eficiente, assim como no Adwords.

Todas as ferramentas acima possuem relatórios completos que mostram todos os pontos da campanha, mostrando os altos e baixos. Estar na internet é importante e tem custo baixíssimo. O resultado – se bem trabalhado – pode ser alcançado e melhorado a cada tentativa.

Carlos Henrique Cardoso, publicitário e co-fundador da MobiTech.

Deixe seu comentário