Fábricas inteligentes precisam de redes inteligentes

0
3

A digitalização dos processos de produção – também conhecida como Internet das coisas industrial  (IIoT) – coloca desafios totalmente novos para as redes corporativas. Linhas de produção, máquinas e sistemas digitalizados exigem uma rede que garanta o desempenho ideal de transferência de dados e reaja de maneira flexível a novos requisitos: uma rede de área ampla definida por software (SD-WAN).

A promessa da digitalização é dupla: maior velocidade e mais flexibilidade. Por exemplo, os fabricantes esperam que a digitalização minimize as janelas de manutenção. A avaliação dos dados do sensor da máquina por meio da análise de big data e, em parte, da inteligência artificial, permitirá a manutenção preditiva, como a substituição just-in-time das partes desgastadas, antes que os riscos de mau funcionamento aumentem estatisticamente. Ao mesmo tempo, os fabricantes querem ser mais flexíveis e reequipar seu maquinário mais rapidamente, auxiliado por software – até a produção deo primeiro lote.

Ambos os aspectos aumentam consideravelmente as demandas na rede. Uma quantidade enorme de dados do sensor deve ser transportada a mais rápido possível e analisada em tempo real, geralmente no local, nos limites da rede (a chamada "edge computing"). Ao mesmo tempo, é importante coletar dados de análise e tendências no data center corporativo, enquanto outros data centers devem ser compartilhados com serviços de nuvem pública. Produção mais flexível significa mudanças muito mais frequentes e rápidas nas políticas de componentes de rede.

Esses requisitos de rede mais desafiadores só podem ser atendidos com muito esforço se utilizados com equipamentos de rede tradicionais. É por isso que a WAN agora segue o mesmo caminho que as empresas voltadas para o futuro já adotaram no data center – elas utilizam redes definidas por software (SDN). Na era da IIoT, flexibilidade e administração simples, definida por software, não estão mais limitadas a data centers, mas são necessárias em qualquer lugar – da nuvem ao data center, às linhas de produção, lojas de varejo ou máquinas de imagens conectadas em hospitais.

Uma SD-WAN permite uma definição específica de aplicativo e orientada por políticas de como o tráfego de rede deve ser tratado. A equipe da rede pode especificar rotas alternativas no caso de um incidente (por exemplo, um gargalo na largura de banda ou uma falha no cabo). As soluções SD-WAN não apenas fornecem conexão livre de interrupções, mas também distribuição de carga inteligente contínua entre caminhos de transferência, de acordo com os requisitos da aplicação. O tráfego de dados críticos pode receber tratamento preferencial usando mecanismos de qualidade de serviço. Ao mesmo tempo, um dispositivo SD-WAN acelera o tráfego de dados por meio de técnicas de compactação, desduplicação e otimização de dados no nível do protocolo de rede. Ele se integra perfeitamente à topologia de roteamento existente e pode ser gerenciado de qualquer lugar através da nuvem.

Tão importante quanto, usando a tecnologia SD-WAN, a equipe de rede pode segmentar o tráfego de dados criando sub-redes virtuais seguras. Por exemplo, o departamento de TI de uma cadeia de varejo pode configurar VLANs convidadas em filiais a partir de um local central usando roteamento e encaminhamento virtual (VRF). Essa segmentação de rede é tão útil e crítica em instalações de produção ou hospitais. Aqui, também, o VRF fornece a flexibilidade necessária para programar mudanças de rede, enquanto os recursos de análise fornecem a visão geral em tempo real que o administrador da rede e a equipe de segurança exigem.

Na era da digitalização, a rede definida por software não pode se limitar ao data center, mas precisa chegar até a ponta: o equipamento inteligente da IIoT exige uma rede inteligente. Aqui, um SD-WAN, garante que o controle, a velocidade e a flexibilidade necessários hoje possam ser estendidos por toda a rede corporativa.

Jair Longo, diretor sênior de delivery networks da Citrix para América Latina e Caribe.

Deixe seu comentário