Google pode ser multado em 15 mi de euros se não mudar práticas de coleta de dados na Holanda

0
9

As adversidades que o Google enfrenta na Europa continuam. Desta vez, o gigante das buscas pode ser multado em 15 milhões, se não mudar a maneira de gerir os dados pessoais de seus usuários até o fim de fevereiro. A ameaça é da Agência de Proteção de Dados da Holanda, que acusa a empresa de violar várias disposições da lei de proteção de dados naquele país.

"O Google coleta nossos dados pessoais numa teia invisível, sem nos avisar e sem pedir o nosso consentimento. Isso acontece desde 2012 e esperamos que a nossa paciência não seja testada mais vezes", declarou Jacob Kohnstamm, presidente da entidade holandesa, ao jornal britânico Financial Times.

Os órgãos reguladores holandeses exigem que o Google obtenha "consentimento inequívoco" dos seus usuários antes de compartilhar dados pessoais entre os seus serviços, como o Google Maps e o YouTube. A empresa também terá de clarificar melhor a sua política de privacidade.

"Estamos decepcionados com a ordem da autoridade holandesa, especialmente por já termos feito uma série de mudanças na nossa política de privacidade em resposta às suas preocupações", disse um representante do Google ao comentar o assunto.

Se aplicada, essa será a segunda maior multa já imposta contra o Google, chegando perto de uma penalidade de US$ 22,5 milhões estabelecida pela Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC, na sigla em inglês) em 2012. Na época, a FTC multou a empresa pela utilização de cookies de navegação para direcionar publicidade a usuários do Safari, navegador da Apple.

Deixe seu comentário