Buscapé aposta na internacionalização para expandir receita em 40% neste ano

0
0

Após um processo de amadurecimento do negócio de comparação de preço no Brasil e na América Latina, o site de comparação de preços e produtos Buscapé Company atinge uma nova fase, se transformando em uma holding global. Com a mudança, Romero Rodrigues, até então CEO da empresa para América Latina, assume o posto de CEO Global de Comparação de Preço, sendo substituido por Rodrigo Borer, que atuava há seis anos na companhia como vice-presidente de Comparação de Preço.

A partir da alteração na estrutura dos negócios, o Buscapé Company incorpora e passa a controlar a operação de sites comparadores de preços que faziam parte do Grupo Naspers, companhia de mídia sul-africana que adquiriu o Buscapé em 2009, tornando-se a maior acionista da empresa. São eles: Buscapé (América Latina), Bondfaro (Brasil), Ceneo (Polônia), Heureka (República Tcheca e Eslováquia), Vcene (Ucrânia) Ucuzu (Turquia), Arukereso (Hungria), Compari (Romênia), Pazaruvaj (Bulgária), Shoppydoo, Trovaprezzi, Misshobby e Drezzi (Itália), Shoppydoo (Espanha), Pricecheck (África do Sul e Nigéria). 

A estimativa do Buscapé com a internacionalização dos negócios é de ampliar sua receita em 40% neste ano, em comparação com a obtida em 2013. "Nosso objetivo é de crescer em países emergentes, onde o mercado ainda não entrou em saturação ou maturidade e em que as taxas de crescimento são grandes", declara Borer, que também informa que o número de colaboradores da empresa saltará de 1,4 mil para 1,7 mil, com a nova estratégia.

"Enxergamos com bastante entusiasmo este processo de internacionalização da companhia em função de propiciar o intercâmbio das melhores práticas globais entre os diversos mercados e países. Para este ano, continuaremos focando esforços na consolidação do segmento de comparação de preço para aproveitar oportunidades de mercado que se mostrem promissoras como, por exemplo, o mobile commerce", completa o executivo.

Deixe seu comentário