Alexandre Cavina assume como head de Cibersegurança da Minsait no Brasil

0
6

Buscando impulsionar novas vias de negócio no país e apoiar clientes no fortalecimento da segurança cibernética, a Minsait, uma empresa Indra, anuncia a nomeação de Alexandre Cavina como Head de Cibersegurança no Brasil. O executivo será responsável por expandir os negócios do setor, uma das apostas de crescimento no Brasil em 2021, estruturando ofertas para responder às necessidades de organizações públicas e privadas na detecção de ameaças e na correta resposta a incidentes de diferentes escalas.

Com vasta experiência, o executivo tem mais de 20 anos em práticas de segurança cibernética, atuando na linha de frente, como na área de consultoria, e implementando projetos e sistemas de proteção em grandes empresas. Pós-graduado pela Fundação Getúlio Vargas, Cavina soma passagens por companhias como IBM, PwC, Itaú, Vivo e Unisys.

"Estou bastante motivado com o novo desafio e quero auxiliar a Minsait a consolidar no Brasil sua oferta de valor e a conectar o país à rede de centros de excelência em cibersegurança que mantemos em diversos países. Além disso, vamos focar no apoio à adequação das organizações para a LGPD, juntamente com as demandas de segurança já existentes no mercado, bem como contingência e continuidade de negócios", explica Cavina.

O executivo estará sob a liderança de Eduardo Almeida, CEO da Indra e da Minsait no Brasil, que identifica a área de cibersegurança como um dos principais vetores para crescer e gerar valor à companhia no país. "Com a chegada do Alexandre pretendemos ajudar as empresas, independentemente de seu tamanho e setor de atividade a prevenir, gerenciar e mitigar riscos de uma forma mais efetiva e ágil. Hoje, mais do que nunca, é necessário deixar de considerar a cibersegurança como custo e sim como viabilizadora do negócio, atrelada aos objetivos estratégicos e que integra tanto o aspecto tecnológico como o humano, bem como a gestão da informação, a proteção de dados sensíveis e a conformidade regulatória", afirma Almeida.

A expansão da área de cibersegurança dá suporte às crescentes demandas que a Minsait tem recebido de clientes motivados pelos cases de sucesso implantados pela companhia. Em recente estudo, a companhia apontou um aumento de 75% dos crimes cibernéticos durante a pandemia, número que reforça o compromisso da Minsait em oferecer suas soluções para a prevenção e resolução destas práticas.

Por meio da aquisição da SIA em meados de 2020, empresa líder em cibersegurança na Espanha e Portugal, a Minsait ampliou suas capacidades neste segmento e hoje conta com mais de 1.200 especialistas dedicados a proteger negócios digitais de clientes do mundo todo. Além disso, a companhia mantém uma rede de centros de excelência em cibersegurança localizados na Espanha, Portugal, México e Colômbia.

Deixe seu comentário