Serpro põe grupo de risco em trabalho remoto para prevenir contágio

0
0

O Serpro, empresa de tecnologia do governo federal, adotou, desde o dia 13 de março, um protocolo de procedimentos para proteger seus empregados e contribuir com a prevenção do contágio de coronavírus. Empregados que se enquadram em determinado grupo receberam autorização temporária para realizar suas atividades laborais em ambiente domiciliar. As áreas administrativas e de gestão de pessoas, em ação coordenada, entrarão em contato com os empregados enquadrados – e eventuais excepcionalidades – para formalização das medidas administrativas e promoção das condições para exercício do trabalho em domicílio.

As medidas visam a reduzir as possibilidades de contágio no ambiente de trabalho, e alcançam, em princípio, empregados que se enquadram nas seguintes situações: em que, nos últimos 14 dias, estiveram em países com surto de covid-19; a partir de 65 anos de idade; gestantes ou cuja companheira esteja gestante; portadores de imunodeficiência ou com as seguintes doenças respiratórias: asma, bronquite crônica e enfisema; residam com pessoa que esteja em quarentena.

Além do trabalho domiciliar, o Serpro está, sistematicamente, suspendendo viagens, reuniões, treinamentos e eventos presenciais. Também orienta todo o corpo funcional para privilegiar encontros remotos por meio de áudio e videoconferências.

Outras medidas incluem:

  • suspensão temporária da exigência de registro de biometria digital na utilização das catracas de acesso às instalações (será requerida somente apresentação do crachá na catraca);
  • intensificação da higienização dos pontos de maior circulação de pessoas nas instalações da empresa, principalmente de corrimãos, elevadores, máquinas de café, maçanetas de portas das salas, banheiros e copas;
  • desativação temporária dos computadores compartilhados para registro de frequência nas entradas. O registro está disponível em aplicativo móvel (app YO Serpro) ou a própria estação de trabalho de cada empregado;
  • ampliação da disponibilidade de álcool em gel 70%, incluindo aquisição de novos dispensers e de unidades avulsas para serem colocados nas entradas da empresa, salas de reunião e ambientes compartilhados.

Deixe seu comentário