IA² MCTI lança edital para selecionar as 15 empresas âncora do programa

0
33

Já está disponível para consulta o edital de seleção das 15 empresas âncora do IA² MCTI, programa de aceleração tecnológica em inteligência artificial que visa aumentar a competitividade brasileira através da inovação aberta.

Poderão se inscrever empresas que utilizem Inteligência Artificial em seus negócios para aumentar a produtividade e startups de IA que tenham o interesse em investir diretamente nesses negócios. O edital prevê a participação de empresas com faturamento superior a R$ 4,8 milhões que atuem em pelo menos uma das quatro áreas estratégicas: agronegócio, indústria, saúde ou cidade inteligentes. Também é necessário que ela possua experiência prévia em inovação aberta.

Criado para aumentar o número de startups em Inteligência Artificial no país, o programa IA² MCTI é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e é executado pela Softex. O programa tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento de projetos inovadores com a adoção de inteligência artificial, apoiar maior interação e conexão entre os atores participantes do ecossistema de inovação, aumentar a competitividade e a internacionalização de tecnologias brasileiras; fomentar a competitividade, a inovação e a eficiência do setor produtivo brasileiro e promover a aceleração tecnológica.

Inicialmente, o Programa IA² MCTI selecionou 100 projetos para pré-aceleração que receberam mentoria e suporte técnico das ICCs e das aceleradoras com experiência aplicada em IA já cadastradas. Na sequência, foram escolhidas 31 startups que estão sendo aceleradas e desenvolvendo seus projetos em IA, para que possam se conectar com empresas âncora, através desta chamada. As empresas selecionadas se conectarão com startups em aceleração, que receberão mais de R$ 5 milhões em aplicação e adoção de soluções em IA.

"As empresas participarão testando ou investindo nas tecnologias, oferecendo contrapartida financeira pelo projeto de seu interesse, entrando no negócio como sócias ou, ainda, no emprego dessas soluções em quatro áreas prioritárias: Agronegócio, Cidades inteligentes, Indústria e Saúde", explica Ruben Delgado, presidente da Softex.

Para acessar o edital acesse: http://softex.br/iamcti/

Deixe seu comentário