Ações da Apple, IBM e Intel sobem infladas por anúncio de parceria e alta nas vendas

0
63

O anúncio da parceria global entre Apple e IBM para o desenvolvimento de soluções móveis e o resultado financeiro da Intel no segundo trimestre acima das estimativas dos analistas fez com que as ações dessas empresas registrassem alta no pregão na bolsa de tecnologia Nasdaq, nesta quarta-feira, 16, num sinal evidente de que Wall Street aprovou o acordo entre as gigantes de tecnologia, bem como acreditam que a queda nas vendas de PCs, que vem apresentando retração há oito trimestres consecutivos até março, está próxima de atingir seu pico e, a partir de agora, devem começar uma retomada — ainda que lenta —, em decorrência da substituição dos parques de computadores no curto prazo pela empresas.

As ações de Apple e IBM já operavam em alta no pre-market, negociação que ocorre antes da abertura da bolsa. Os papéis da IBM, por exemplo, operaram com alta de 1,99%, negociadas a US$ 192,25, e abriram o pregão valendo US$ 192,31. Às 13h22 (horário de Brasília) as ações tiveram um ligeiro aumento, negociadas a US$ 192,99, e encerraram o dia valendo US$ 192,36, elevação de 2,05%.

Já os papéis da Apple tiveram alta de 1,7% no pré-market, negociados a US$ 96,94, e abriram o pregão valendo US$ 97,05. Às 13h27 (horário de Brasília) as ações tiveram um ligeiro recuo, cotadas a US$ 96,50, e fecharam o dia com queda de 0,57%, negociadas a US$ 94,78.

Apesar do bom desempenho da IBM, a semana será agitada para a companhia, que divulga os resultados do segundo trimestre nesta quinta-feira, 17. No último trimestre, o lucro da IBM caiu 21%, enquanto a receita recuou 4%, para US$ 22,5 bilhões. As estimativas para o período é de um lucro por ação de US$ 4,29 e receita de mais de US$ 24 bilhões.

Para a Intel, a abertura do pregão não poderia ser melhor. As ações saltaram 5%, refletindo a boa receptividade dos investidores em razão do lucro e a receita terem superado as estimativas dos analistas. A empresa registrou receita de US$ 13,8 bilhões e um lucro por ação de US$ 0,55. O Conselho de Administração da fabricante de chips também aprovou um aumento de $ 20 bilhões para seu programa de recompra de ações. Às 13h40 os papéis da empresa registravam alta de 7,22%, negociadas a US$ 34, e terminaram o dia valendo US$ 34,65, elevação de 9,27%.

As exceções no dia foram o Yahoo e o eBay. As ações do Yahoo fecharam em queda de 5,11%, cotadas a US$ 33,79, também como reflexo dos fracos resultados do segundo trimestre, que mostrou um lucro ajustado por ação de US$ 0,37, em linha com as estimativas. Pode ter contribuído também para a baixa das ações, o anúncio feito pelo Yahoo de que irá vender 140 milhões de ações, em vez de 280 milhões, conforme acordado na abertura de capital do Alibaba, gigante chinês do comércio eletrônico no qual detém participação de 24%.

Já os papéis do eBay, que divulga os resultados do segundo trimestre nesta quinta-feira, 17, após o fechamento dos mercados, registraram queda de 0,23%, encerrando o pregão negociados a US$ 50,7. A empresa espera reportar um lucro por ação de US$ 0,68.

Notícia atualizada às 19h37.

Deixe seu comentário