Dropbox estuda abrir capital em 2017 para se capitalizar e viabilizar plano de expansão

0
2

O serviço de armazenamento na nuvem Dropbox está avaliando a possibilidade de realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) até 2017, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto disseram à Bloomberg. O comitê de diretores se reuniu com consultores para analisar a viabilidade de abrir o capital e ter uma noção de valorização da empresa. As conversas foram exploratórias e nenhuma decisão sobre o IPO foi tomada, disseram as fontes.

O Dropbox tem enfrentado questionamentos sobre se realmente vale os US$ 10 bilhões com que foi avaliado em 2014 durante uma rodada de investimentos. Desde então, uma série de investidores em empresas de capital aberto e fechado têm classificado para baixo o valor de suas participações na empresa.

Com 500 milhões de usuários registrados, de acordo com seu website, Dropbox ainda não é rentável e por isso tem tentado expandir sua atuação para outros mercados como de colaboração baseada na nuvem. Além disso, recentemente, a empresa adicionou ferramentas para a digitalização de documentos por meio de uma câmera de smartphone e para a criação de documentos no Microsoft Office com apenas um clique em um botão.

De todo modo, o IPO pode não ser o remédio para todos os males do Dropbox. Um de seus concorrentes mais próximos, o Box Inc., abriu o capital no ano passado, quando levantou US$ 1,7 bilhão, 29% abaixo do valor que obteve em uma rodada de financiamento seis meses antes.

Deixe seu comentário