Pesquisa revela que sistemas legados de impressão são uma barreira para transformação digital

0
23

Um estudo encomendado pela Lexmark ao IDC revela que infraestruturas de impressão desatualizadas são obstáculos à transformação digital no mundo. Apesar de três em cada cinco empresas reconhecerem essa barreira significativa para o sucesso, menos da metade está priorizando investimentos neste setor, o que dificulta o avanço das iniciativas de TI e nuvem com dispositivos mais atuais.

A pesquisa, conduzida durante a pandemia Covid-19 com profissionais de TI de sete países*, identificou também que 79%, ou quatro em cada cinco das empresas respondentes, estão investindo em infraestrutura em nuvem como parte de suas iniciativas de transformação digital. Porém, 57% delas dizem que a infraestrutura de impressão já existente está impactando negativamente a estratégia de migração para a nuvem.

O levantamento Serviços de infraestrutura de impressão de última geração: Aproveitando a nuvem e a IoT para acelerar sua estratégia de transformação digital (Next-Gen Print Infrastructure Services: Leveraging Cloud and IoT to Acceler Your Digital Transformation Strategy, em inglês), segue o Guia de Gastos de Transformação Digital Mundial da IDC, que prevê que os investimentos em tecnologia de transformação e serviços digitais crescerão 10,4% em 2020, alcançando a marca de 1,3 trilhão de dólares globalmente este ano.

"Esta pesquisa destaca a importância de considerar uma infraestrutura de impressão em nuvem como uma iniciativa estratégica de TI", disse Matt Dollus, vice-presidente de Marketing Global e Portfólio de IoT da Lexmark. "Empresas estabelecidas em todos os setores estão sob pressão para se transformar em organizações que priorizam o digital. Com a pandemia Covid-19 expondo as lacunas e pontos fracos na infraestrutura de TI, muitos estão lutando para não levar a impressão com eles em sua jornada de transformação digital."

Desafios da transformação

Quase metade dos profissionais entrevistados relatou desafios em integrar a TI atual a novas infraestruturas e atualizar ou substituir processos de negócios já existentes; sendo que 60% tiveram os orçamentos de transformação digital extrapolados ??e 54% enfrentaram atrasos e prazos de projeto prolongados.

O estudo aponta ainda uma profunda diferença entre os países. No Reino Unido, Estados Unidos e Alemanha, 67% dos profissionais têm desafios de integração de novas tecnologias, comparado com 20% dos profissionais do Brasil. Isso, provavelmente, por conta da complexidade dos negócios nos mercados mais desenvolvidos.

Embora os volumes de impressão tenham diminuído ao longo dos anos com a digitalização de documentos, pouco mais da metade de todos os processos de trabalho essenciais ainda demandam significativamente este serviço, de acordo com o estudo¹. Como tal, as organizações precisarão continuar fornecendo a capacidade de imprimir como um serviço de TI.

Problema com a impressão

Em geral, gerenciar a infraestrutura de TI continua sendo um desafio, com a maioria dos respondentes expressando preocupações semelhantes quando se trata de impressão, incluindo:

– Garantir a segurança da infraestrutura e dispositivos de impressão (81%)

– A carga de TI associada ao gerenciamento de impressão e servidores de impressão (81%)

– Gestão de estoque (81%), juntamente com a falta de visibilidade dos gastos (80%)

– Obsolescência da tecnologia e dificuldade em atualizar ou substituir os hardwares de impressões antigos (79%)

Solução simples

"A IDC acredita que é hora de as organizações começarem a pensar sobre a impressão de forma mais estratégica – visando a migração para nuvem e com processos de arquivamento de documentos mais simples", disse Robert Palmer, vice-presidente de Pesquisa, Soluções de imagem, Impressão e Documentos na IDC Research.

Vemos como tendência entre os líderes de TI a propensão de adotar modelos as-a-service (70%) do que em financiar novas estruturas (22%) em seus planos de negócios. Já grande parte dos profissionais (94%) concordam que a Internet das Coisas (IoT) tem potencial para melhorar o gerenciamento de suas estruturas de impressão.

"Os líderes de TI reconhecem os benefícios da nuvem e da IoT", acrescentou Dollus. "Oferecer impressão como um produto de Internet da Coisas irá acelerar a agilidade dos negócios e simplificar o gerenciamento e aquisição de TI, enquanto melhora a experiência do usuário para os clientes. A infraestrutura de impressão em nuvem como serviço fornece acesso a uma estrutura de impressão moderna e segura que pode fornecer uma base para futuras iniciativas de transformação digital." 

Deixe seu comentário