Roubo de cartão de crédito e cobranças fraudulentas são os principais crimes digitais no Brasil, afirma estudo

0
31

Um novo estudo da TransUnion, companhia global de soluções de informação e insights de dados, descobriu que o phishing, ou roubo de identidade online, é o principal esquema de fraude digital em todo o mundo neste período de crise, por conta da COVID-19. Entre o total de respondentes da pesquisa que relataram terem sido alvos de golpes digitais em todo o mundo, 27% disseram que foram lesados durante o período de pandemia.

No caso específico do Brasil, entre os tipos de fraudes digitais, aquelas que acometem a maior parte dos entrevistados (26%) são o roubo de cartão de crédito e cobranças fraudulentas, enquanto no Canadá (30%), nos EUA (31%), no Reino Unido (30%) e em Hong Kong (37%), o golpe mais comum é o phishing. Por sua vez, na Colômbia, a maior parte das vítimas sofre golpes de vendedores terceirizados hospedados em sites de varejo online legítimos.

Principais golpes globais relacionados à COVID-19 no mundo

1. Phishing – 27%
2. Golpes de vendedores terceirizados em sites legítimos de varejo online – 21%
3. Fraude envolvendo caridade e arrecadação de fundos – 19%
4. Golpe em desempregados – 18%
5. Vacinas de COVID-19, curas e testes – 15%
6. Fraude em seguro – 15%
7. Fraude de envio – 14%
8. Roubo de identidade – 14%
9. Cartão de crédito roubado ou taxas fraudulentas – 13%
10. Golpe de "Pacote de estímulo" (Stimulus check scam, focado em benefícios do governo) – 12%
11. Alguém alterando suas informações pessoais ou de conta através de um call center – 12%
12. Conta hackeada – 11%

As soluções da TransUnion englobam a identificação de indícios e suspeitas de fraudes, a verificação de dispositivos e riscos em ambientes digitais e o uso de modelos analíticos de inteligência preditiva para proteger a empresa sem afetar a jornada do cliente, um processo que abrange tanto o consumidor quanto as corporações.

Deixe seu comentário