Métricas de desempenho preditivas devem ampliar rentabilidade de empresas em 20% até 2017

0
143

Organizações que usam métricas de desempenho empresarial preditivas aumentarão sua rentabilidade em 20%, até 2017, de acordo com analistas do Gartner. Segundo eles, as empresas devem usar métricas preditivas para alertar os colaboradores neste momento de negócios (uma oportunidade transitória explorada de forma dinâmica, que requer velocidade e agilidade de negócios sem precedentes) que está prestes a ocorrer, e orientá-los sobre a próxima ação a ser tomada no contexto de expectativas de um determinado cliente.

A consultoria ressalta que, como estamos entrando no mundo digital, as empresas terão de digitalizar os processos de negócio, inventar novos modelos de negócios digitais e competir com a velocidade de momentos de negócios. "Métricas de risco preditivo, por exemplo, são particularmente importantes para mitigar e até mesmo prevenir o impacto de eventos perturbadores sobre a rentabilidade de uma organização", afirma Samantha Searle, analista de pesquisas do Gartner.

Uma recente pesquisa da consultoria realizada com 498 líderes de negócios e de TI, no quarto trimestre de 2013, mostrou que 71% deles entendem que KPIs (Key Performance Indicators – indicadores de desempenho, em português) são fundamentais para apoiar a estratégia de negócios. No entanto, apenas 48% disseram que podem acessar métricas que ajudam a entender como seu trabalho contribui para KPIs estratégicos e 31% afirmaram ter um painel para prover visibilidade dessas métricas.

"Os líderes de TI persistem em utilizar métricas ultrapassadas e, consequentemente, perder a oportunidade de capturar um momento de negócio que iria aumentar o lucro ou intervir para evitar um acontecimento imprevisto, que resultaria em uma diminuição do lucro", acrescenta a analista.

Hoje, as organizações estão adotando suítes inteligentes de gestão de processos de negócios (iBPMSs, na sigla em inglês ) e plataformas de inteligência operacional para aumentar drasticamente a sua resposta para interrupções de negócios inesperados. Essas tecnologias irão alavancar a análise preditiva e fornecer informações que façam com que seja mais fácil identificar métricas preditivas relevantes. O Gartner estima que o mercado de BPMS chegará a US$ 2,8 bilhões neste ano, o que, se confirmado, representará um crescimento de 8,8% comparado a 2013.

Deixe seu comentário