72% dos executivos da manufatura consideram a análise de dados essencial para o sucesso das operações, diz BCG

0
39

Estudo do Boston Consulting Group (BCG) em parceria com o Fórum Econômico Mundial revela que 72% dos executivos de manufatura consideram a análise avançada de dados como um dos principais fatores para o sucesso do negócio e ressaltam que a ferramenta é mais importante hoje do que há três anos. Apesar disso, apenas algumas empresas aproveitam todo o valor que os dados e análises podem proporcionar.

Para o BCG, a aplicação da análise de dados na manufatura pode gerar resultados significativos ao investir um maior nível de automação nas operações e beneficiar o aumento da produtividade, além de refinar a experiência do cliente ao proporcionar serviços mais personalizados. Ainda, provoca um impacto positivo na sociedade e no meio ambiente ao oferecer uma produção ética e com uma pegada de carbono reduzida. Isso porque o uso da ferramenta permite a verificação da origem de um produto e as condições de trabalho envolvidas na sua produção, além de otimizar os parâmetros das operações a fim de reduzir o consumo de energia e outros recursos naturais.

No entanto, muitas empresas não conseguem obter retorno financeiro significativo com o uso de dados e esbarram em alguns desafios para dimensionar e implementar soluções de dados e análises em suas fábricas e redes. A falta de capacitação profissional, os riscos de segurança de dados, a complexidade em processos internos e a falta de aplicativos eficazes para processar e dar sentido aos dados são os principais desafios apontados pelos fabricantes na pesquisa para isso.

Para construir essas bases e pavimentar o caminho para obter retorno financeiro significativo com dados e análises, o BCG apresenta seis prioridades que devem ser levadas em consideração por empresas de manufatura:

• Defina uma estratégia financeira baseada em dados e um roadmap estratégico;

• Incentive o ecossistema interno e externo dos sócios;

• Desenvolva recursos para capturar e usar dados;

• Implemente uma plataforma de dados aberta para desbloquear silos de dados;

• Ative a conectividade para baixa latência e fluxos de dados de banda larga;

• Garanta a segurança e a privacidade dos dados.

Ao abordar essas seis prioridades, as empresas do setor podem acelerar suas jornadas para alcançar um nível de excelência mais elevado nas operações guiada por dados, construir confiança entre fabricantes, fornecedores e clientes e desbloquear valores por meio do desenvolvimento de novos ecossistemas.

O estudo pode ser acessado na íntegra por meio deste link.

Deixe seu comentário