Lucro líquido da Oracle cai 3% e receita fica estável no terceiro trimestre fiscal

0
6

A Oracle divulgou nesta terça-feira, 17, os resultados financeiros do terceiro trimestre do ano fiscal de 2015, encerrado em 28 de fevereiro. O lucro líquido da empresa totalizou US$ 2,49 bilhões, o que representa uma queda de 3% na comparação com os US$ 2,56 bilhões obtidos em igual período do exercício fiscal anterior. Apesar do recuo nos ganhos, o lucro por ação ficou em linha com as estimativas de analistas de mercado, em US$ 0,68 a ação.

Já a receita da companhia permaneceu praticamente estável, em US$ 9,3 bilhões. A unidade de software respondeu pela maior fatia da receita e foi a única que registrou crescimento no período, totalizando US$ 7,17 bilhões, cifra 1% maior que a do terceiro trimestre do ano fiscal de 2014. Do montante total, US$ 4,6 bilhões foram obtidos com atualizações e suporte de software, aumento de 2%, e US$ 1,98 bilhão com novas licenças e assinaturas de software em nuvem, cuja receita caiu 7% em relação ao mesmo período do ano fiscal anterior.

A área de sistemas de hardware registrou declínio de 2% no terceiro trimestre, somando US$ 1,29 bilhão, dos quais US$ 712 milhões foram relativos a produtos, queda de 2%, e US$ 587 milhões referentes a suporte, cifra 2% menor que a obtida no mesmo período do exercício fiscal anterior. Por fim, a receita do segmento de serviços foi de US$ 858 milhões, queda de 3% na mesma base comparativa.

Os resultados agradaram Wall Street. As ações da empresa no chamado after-hours trading — negociação após o fechamento da Nasdaq —, nesta terça-feira, 17, fecharam a US$ 44,30, alta de 3,34% em relação ao encerramento do pregão do dia anterior.

Deixe seu comentário