Ciberataques para mineração de criptomoedas cresceram mais de 200%

0
57

Uma das ocorrências mais apontadas pela Trend Micro no estudo Round Up, em 2018 foi o forte crescimento na detecção de golpes para mineração de criptomoedas: na comparação com 2017, o ano passado registrou um aumento de 237%.

As informações do relatório da Trend Micro mostram também que os métodos utilizados pelos atacantes estão cada vez mais diversificados. Durante o ano, os cibercriminosos exploraram brechas via plataformas de anúncios maliciosos, anúncios pop-up, explorações de servidor, extensões de navegadores mal-intencionados, telefones celulares, plug-ins, botnets, pacotes com software legítimo, kits de exploração e ransomwares adaptados.

Os pesquisadores da Trend também analisaram fóruns clandestinos on-line. Neles, encontraram ferramentas e serviços relacionados a dois métodos principais de criptografia sendo frequentemente anunciados: malware de mineração com criptografia – em que a maioria dos exemplos mencionados se enquadram – e malware que rouba criptografia.

Além disso, apesar de todas as evidências de que smartphones, roteadores e outros dispositivos de IoT não têm capacidade para mineração, esses fóruns clandestinos ainda continuam vendendo produtos relacionados a atividades de mineração que usam esses dispositivos em grande volume para fazer com que os atacantes consigam lucrar.

Deixe seu comentário