Inteligência Artificial foi comissão de frente neste Carnaval

0
0

Há pouquíssimo tempo famosas ruas de todo o país foram tomadas por trios elétricos, glitter e diversão. Não é de hoje que o Carnaval é uma das datas mais importantes do ano e, em 2019, além dos hits de verão, os foliões contaram também com o apoio da tecnologia para a festa ser ainda maior.

A utilização de inteligência artificial em investigações e ações táticas para inibir, evitar e solucionar os crimes que ocorrem nesse período foi uma das novidades. Seguindo o que já é aplicado em diversos lugares, como Estados Unidos e China, Rio de Janeiro e Salvador aproveitaram a data para testar um programa de reconhecimento facial nas câmeras de trânsito e segurança espalhadas em pontos estratégicos das principais ruas das cidades.

Com essas imagens foi possível identificar pessoas com pedidos de prisão despachados, verificar placas de carros roubados e registrar a presença de criminosos. No futuro, com esse sistema bem-utilizado e uma grande base de dados, será possível resolver crimes em tempo recorde com muito mais segurança para moradores e turistas que se divertem nesses locais.

Um exemplo do sucesso do projeto foi a prisão de um jovem de 19 anos reconhecido pelas câmeras de reconhecimento facial. Investigado por homicídio, o suspeito estava fantasiado de mulher para festejar em um dos blocos mais tradicionais da cidade.

As novas tecnologias também foram usadas por empresas privadas para esse período. A startup brasileira de transporte 99, que recentemente se tornou um unicórnio ao ser adquirida pela chinesa Didi Chuxing, lançou uma ferramenta que identifica possíveis casos de assédio em viagens por meio de denúncias feitas na plataforma. O projeto foi desenvolvido com inteligência artificial e o intuito de combater casos de violência contra as mulheres que utilizam o aplicativo.

As aplicações da tecnologia estão presentes em diversas rotinas cotidianas da sociedade. Esses benefícios tendem a crescer à medida que nos tornamos cada vez mais conectados, usando recursos de Internet das Coisas (IoT) e Blockchain, por exemplo. A tecnologia é uma realidade que já faz parte de nossas vidas, basta aceitarmos que ela é uma aliada e já nos traz muitos benefícios.

Diego Figueredo, CEO da Nexo AI.

Deixe seu comentário