Publicidade
Início Blogueria Como o desenvolvimento low-code de aplicações críticas revoluciona o mercado financeiro

Como o desenvolvimento low-code de aplicações críticas revoluciona o mercado financeiro

0
Publicidade

O mundo dos serviços financeiros vive em constante transformação e enfrentando desafios: mudanças macroeconômicas contínuas, aumento dos riscos geopolíticos, ambientes regulatórios dinâmicos, evolução das necessidades dos clientes, tecnologias transformadoras e novos “jogadores” e “personas” juntam-se ao jogo.

As instituições financeiras precisam examinar os seus negócios frequentemente para avaliar as vantagens competitivas e criar serviços. Nesse ponto, as empresas buscam e encontram nas atuais tecnologias, como plataformas de desenvolvimento low-code, soluções nativas em nuvem e IA, a agilidade e a gestão e otimização de custos operacionais para disponibilizarem os novos serviços.

Outros benefícios que o low-code, junto com a IA, proporciona incluem: desenvolver em uma única plataforma a possibilidade de construir experiências do cliente interconectadas, sem atritos e seguras; automatizar processos que impulsionam a eficiência operacional dos desenvolvedores e o engajamento das equipes; modernizar sistemas e criar um ecossistema aberto e combinável para armazenar dados do cliente com segurança e garantir a conformidade.

Observa-se que a demanda crescente neste mercado envolve desde a adoção de serviços financeiros integrados, conformidade com regulamentações, personalização das experiências do cliente, modernização de sistemas até novas ofertas de serviços.

Esse cenário reflete o dia a dia de bancos de varejo, comerciais e de investimento, bem como organizações de gestão de ativos e patrimônio, consultoria financeira e serviços de pagamento que necessitam inovar com mais rapidez, otimizar os custos, aumentar a segurança e acessibilidade dos dados, automatizar os processos bancários e simplificar as operações, tudo com menor risco e complexidade.

Alguns exemplos de como as instituições financeiras têm se beneficiado do desenvolvimento low-code estão na automação de processos bancários chave e simplificação das operações, por meio da digitalização e automação de processos manuais complexos, como Conheça Seu Cliente (em inglês Know Your Client – KYC), com aplicações seguras e desenvolvidas especificamente para esse propósito, que são fáceis de gerenciar e aumentam a eficiência dos desenvolvedores. Tal eficiência é possível porque a arquitetura de desenvolvimento interconectada torna componentes fracamente acoplados reutilizáveis para permitir a criação e desenvolvimento rápidos de soluções conectadas via API, como finanças incorporadas.

Os impactos positivos do low-code não param por aí, deixando sua marca na inovação do setor financeiro. Ao simplificar o processo de desenvolvimento de software, o low-code capacita as instituições financeiras a experimentar mais facilmente novas ideias e conceitos, e a trazer rapidamente novos produtos e serviços no mercado. Isso pode ajudar as empresas a permanecerem competitivas em um mercado em constante mudança e atenderem às crescentes expectativas dos clientes por soluções financeiras inovadoras e convenientes.

As organizações estão adotando tecnologias low-code para atender à demanda por aplicações críticas, personalização dos serviços aos clientes e automação de processos. Essas ferramentas permitem que tanto desenvolvedores de TI quanto especialistas em negócios contribuam para o desenvolvimento de software, impulsionando a competência digital e a velocidade de entrega.

Não é à toa que o Gartner estima que o mercado global de tecnologias de desenvolvimento low-code possa alcançar cerca de US$ 32 bilhões em 2024. Segundo o Gartner, “um aumento no número de tecnólogos de negócios e um número crescente de iniciativas de hiperautomação e negócios combináveis em toda a empresa serão os principais impulsionadores da aceleração da adoção de tecnologias de low-code até 2026”.

No contexto de um ambiente de negócios cada vez mais dinâmico e digital, essa tendência representa uma mudança significativa na forma como as empresas abordam o desenvolvimento de software, abrindo as portas para uma colaboração mais ampla entre profissionais de TI e especialistas em negócios.

Em resumo, o low-code está se tornando cada vez mais essencial no arsenal das instituições financeiras. Ao oferecer velocidade, flexibilidade, economia de custos, capacidade de inovação e integração com IA, o low-code impulsiona e acelera a constante transformação digital no setor financeiro.

Carlos Sapateiro, Country Leader da OutSystems.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Sair da versão mobile