Acordo Google-Fitbit recebe aprovação condicional da UE após concessões antitrustes

0
33

A União Europeia (EU) aprovou condicionalmente a aquisição da Fitbit pelo Google, por US$ 2,1 bilhões. O Google terá que isolar os dados do usuário e não usá-los para publicidade direcionada e garantir que os telefones Android continuem a funcionar com outros wearables de fitness e smartwatches.

As concessões antitruste da gigante da tecnologia são válidas por pelo menos 10 anos.

A comissária de concorrência da UE, Margrethe Vestager, disse que as concessões do Google "garantirão que o mercado de wearables e o espaço digital de saúde nascente permanecerão aberto e competitivo".

Deixe seu comentário