Robôs 5G ajudam a combater o novo coronavírus

0
0

Como parte de seu esforço para conter a disseminação do COVID-19, a China está utilizando robôs de patrulha 5G desenvolvidos pela Guangzhou Gosuncn Robot, que possui tecnologia Advantech, para monitorar o uso de máscaras e temperatura do corpo em locais públicos.

Com o avanço da COVID-19, a fabricante atualizou o robô de patrulha com novos recursos para auxiliar policiais de primeira linha na condução de prevenção de doenças. Como a medição manual da temperatura corporal expõe o pessoal de segurança pública a riscos potenciais à saúde, esses robôs estão equipados com 5 câmeras de alta resolução e termômetros infravermelhos capazes de escanear a temperatura de 10 pessoas simultaneamente em um raio de 5 metros.

Se uma temperatura alta ou a ausência de uma máscara for detectada, os robôs enviam um alerta às autoridades relevantes. Todos os dados podem ser transmitidos para um centro de controle para resposta em tempo real e tomada de decisão. Além disso, embora esses robôs sejam máquinas autônomas, eles também podem ser controlados remotamente, impedindo a infecção cruzada. Não é surpresa, portanto, que esses robôs de patrulha 5G de última geração já tenham sido vistos em aeroportos e shopping centers nas cidades de Guangzhou, Xangai, Xi'an e Guiyang.

Os robôs de patrulha 5G de Gosuncn integram tecnologias de IoT, IA, computação em nuvem e big data para realizar detecção ambiental, tomada de decisão dinâmica, controle autônomo de movimento, bem como detecção e interação comportamental. Para permitir essa computação avançada, os robôs de patrulha 5G são equipados com um computador de borda industrial de alto desempenho (MIC-770), com processador Intel Core i de 8a geração e GPU iModule (MIC-75G20), voltado para aplicativos de IoT.

Deixe seu comentário