Metaverso tem potencial de atingir US$ 800 bilhões até 2024

0

O metaverso já é uma realidade e para os especialistas será a próxima forma onipresente de conectar usuários em plataformas e pontos de contato, seja por jogo, entretenimento, vídeo, SMS ou chamada telefônica.  

Os números mostram o potencial dessa tecnologia, que pode atingir US$ 800 bilhões até 2024. Atenta ao mercado, a Meta, conglomerado de tecnologia e mídia social de Mark Zuckerberg, já anunciou investimento de US$ 150 milhões e a contratação de 10 mil profissionais para a criação do seu ambiente virtual. Além disso, as receitas provenientes do mercado de RV (Realidade Virtual) e de RA (Realidade Aumentada) podem chegar a US? 400 bilhões em 2025. Os dados fazem parte do infográfico "Metaverso – O caminho entre o real e o virtual", desenvolvido pela área de Insights & Innovation da FleishmanHillard Brasil.  

Agora, se você está se perguntando: as pessoas têm interesse nesse universo paralelo? A resposta é sim!  

  • 49% delas estão dispostas ou muito dispostas a interagir com o metaverso;
  • 54% afirmam que querem conhecer este ambiente, mas ainda não sabem se querem utilizá-lo;
  • 6% dos brasileiros que usam a internet, cerca de 5 milhões de pessoas, já transitam por alguma versão do metaverso.

As grandes marcas de varejo como Coca-Cola, Gucci, Itaú e Nike já estão conectadas e criando espaços para promover experiências e a receptividade do público tem sido positiva. A grife de luxo Gucci vendeu a versão digital da bolsa Dionysus no jogo Roblox por US? 4,1 mil, preço maior que a versão física do produto. 

O metaverso também fará novas profissões surgirem, entre elas estão: Mental Coach, Revendedor de NFT, Proprietário de Terra Virtual, Corretor Virtual, Gerente de Coleções e Organizador de Eventos.  

E nesse novo universo o 5G terá papel fundamental. A nova velocidade de conexão ajudará a transformar o metaverso a partir de uma transmissão de dados mais rápida, na revolução na conexão dos aparelhos e na acessibilidade na criação de mundos complexos para que as pessoas entrem e façam parte.   

Os dados foram coletados a partir de pesquisas recentes sobre o segmento em instituições como a Opinion Box: Infográfico Novas Tecnologias – Janeiro/2022, Metaverso: A Nova Internet e a Economia Virtual (BTG Pactual), Forbes, Seudinheiro, Pesquisa O Perfil do Consumo em 2022 (Social Miner/All iN/Opinion Box), AnswerThePublic, Época Negócios, Bloomberg Intelligence, Tilt UOL, Data Stories (Kantar Ibope Media – Novembro/2021), Canaltech. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui