Trabalho híbrido exige atenção às tecnologias e segurança da informação

0
19

As atividades presenciais são retomadas e à medida que as empresas avançam na adoção do híbrido de trabalho, adequação ao novo modelo colocam muitas questões para se garantir integração das equipes e como será garantida a conectividade segura entre a turma que está in loco e a outra no home office. Além da proteção do ambiente de trabalho, o bem-estar de todos também está em jogo, conduzindo as organizações ao debate sobre os riscos que o trabalho híbrido traz para os colaboradores e para a empresa.

O modelo de trabalho híbrido vem sendo vantajoso para o colaborador e para a empresa, mas o formato traz grandes desafios, uma vez que gerenciar o ambiente híbrido, equipes e projetos à distância requer uma boa liderança e tecnologias adequadas.

Além de garantir a conexão do colaborador, a empresa deve se atentar à forma de gerenciar arquivos na nuvem, investir em aplicativos corporativos de colaboração e comunicação, e uma solução para gestão de projetos que envolvam os vários membros da equipe. De preferência, que todas estas soluções possam ser acessadas de qualquer computador, ou seja, que sejam integradas.

A importância da gestão dos riscos no novo ambiente de trabalho

Outro fator é garantir a segurança das informações, um dos desafios que mais se acentuaram com o trabalho remoto, de acordo com uma pesquisa Segurança de Trabalho Remoto e Híbrido 2021: 45% dos entrevistados (450 profissionais de TI e segurança) afirmam que o trabalho remoto traz mais riscos a ataques cibernéticos, sendo os setores mais afetados o de finanças (54%), serviços públicos (52%) e manufatura (47%).

Com o modelo híbrido deixando as organizações  mais vulneráveis à ameaças, um empenho extra do time de segurança da informação é exigido para garantir que o alto volume de dados ocorra de forma segura e sustentável. Neste caso, a educação digital dos colaboradores é fundamental e requer investimentos de toda empresa que deseja adotar o modelo híbrido.

Digital Work Place Forum 2021

O novo cenário do trabalho digital, resultado das profundas transformações que impactaram a economia, as organizações e a sociedade como um todo, será debatido na 3ª edição do Digital Work Place Forum, que acontece nos dias 24 e 25 de novembro.

Organizado por TI Inside, o evento reunirá um conteúdo especialmente preparado para orientar os líderes de negócios, de gestão de pessoas, governança, tecnologia, comunicação, facilities, plataforma de trabalho, soluções de workforce, inovação, entre outros. Está confirmada a participação de líderes empresariais, de negócios, tecnologia, de gestão de pessoas e novos modelos de trabalho, plataformas next generation,  nuvem e SaaS, comunicação corporativa e colaboração, experiência de clientes, facilities, novas plataforma operacionais,  IA e assistentes pessoais, voice recogniton, biometria, workforce management, social platform,  startups,  entre outros.

Veja os palestrantes já confirmados;

Maurício Fernandes, presidente da Dedalus

Karla Godoy, COO do CESAR

Nicolas Robinson Andrade, diretor de Relações Governamentais do Zoom

Adriano Marcandali , diretor regional LATAM  Workplace from Meta (Facebook)

Diogo Santos, CTO da Claranet

Renato Batista, fundador e presidente da Netglobe

Enio Klein, CEO da Doxa Advisers

Leandro Astorga, DPO da Movile

Tonimar Dal Aba, Technical Manager da ManageEngine

Cláudia de Souza, Head of People na Movile

Guilherme Almeida de Menezes, consultor em Engenharia de Software do CESAR

Maucir Nascimento, cofundador da Speedio

Mauro Carrusca, CEO & Fundador da KER Innovation

Stephanie Jerg, CEO da Intervalor

Mais informações e inscrições no site do https://digitalworkplaceforum.com.br/ ou pelo telefone/WhatsApp 11-3138-4619 ou info@tiinside.com.br

Deixe seu comentário