WK Sistemas adquire base de clientes do seu parceiro em Blumenau

Compra da carteira da ERB Informática reforça ações da empresa que pretende crescer 20% em 2020

0
0

A desenvolvedora de softwares de gestão ERP, WK Sistemas, de Blumenau (SC), acaba de adquirir a base de clientes do seu canal de atendimento na cidade, a ERB Informática. "Foi uma parceria sólida de mais de 30 anos e de muitas conquistas. Agora, é o momento de estreitarmos o relacionamento com as pessoas atendidas pelo canal, mantendo todo o legado da ERB", destaca o diretor de Produto e Mercado da WK Sistemas, Marcio Tomelin.

Atualmente, a empresa mantém uma rede de mais de 60 canais ativos em todo o país. "É muito importante destacar o crescimento sustentável da WK Sistemas em seus 35 anos, voltado para seu ecossistema, respeitando cada cliente e a rede de parceiros", enfatiza o diretor.

Reflexo dos investimentos em 2019

Com muitas transformações, em 2019 a WK registrou, de janeiro a novembro, um aumento de 31,4% em vendas de licenciamento, comparado com o mesmo período de 2018. Além disso, a empresa conquistou 316 novos clientes. Segundo Tomelin, os números positivos são frutos das iniciativas estabelecidas no planejamento estratégico da empresa, se aproximando dos seus clientes, ampliando sua rede de parceiros e principalmente fortalecendo os canais existentes. "Para 2020, almejamos um crescimento de 20% em faturamento bruto", completa.

Inovação tecnológica

O ano também trouxe inovações em produto. Para seguir crescendo de acordo com as necessidades do mercado, a empresa lançou um serviço de hospedagem em nuvem própria do seu principal produto, o ERP Radar Empresarial. Na linha de aplicativos conectados ao sistema, o APP Controle de Viagens foi outra novidade. De acordo com o diretor, a empresa também reserva surpresas para o próximo ano, com iniciativas que envolvem o seu ERP como um todo. "Nossos clientes têm à sua disposição uma linha de produtos e serviços que levam inovações para seu negócio, promovendo ganho de produtividade e redução de custos", comenta Tomelin.

Deixe seu comentário