Airbus firma acordo com Uber para testar serviço de transporte por helicópteros

0
0

A construtora europeia de aviões Airbus irá fornecer helicópteros para o Uber, que usará as aeronaves para seu serviço de transporte sob demanda. "É um projeto piloto; vamos ver onde ele vai chegar, mas é muito emocionante", disse o presidente-executivo da Airbus, Tom Enders, em entrevista ao The Wall Street Journal durante a conferência Digital Life Design, que terminou nesta terça-feira, 19, em Munique, na Alemanha.

O projeto será lançado no Sundance Film Festival, em Utah (EUA), que acontece esta semana, disse o CEO da Airbus, que não forneceu os detalhes financeiros do acordo.

Lançado em 2009, o aplicativo de transporte particular recentemente expandiu suas ofertas para incorporar outras formas de transporte, incluindo riquixás sob demanda na Índia e barcos, na Turquia. A empresa testou pela primeira vez o seu serviço UberChopper entre Manhattan e região dos Hamptons, em Nova York, em 2013. A empresa também tem testado passeios de helicóptero para eventos especiais, como no Festival de Cannes, ocorrido em maio do ano passado, e o Bonnaroo Music and Arts Festival, realizado em junho.

A empresa vai oferecer helicópteros Airbus H125 e H130 para o projeto de Sundance, em parceria com a Air Resources, uma operadora de helicópteros H125 sediada em Utah. O Uber irá enviar um carro para pegar os clientes para os passeios de helicóptero, segundo a Airbus.

O acordo da Airbus com Uber faz parte da estratégia da companhia aeroespacial europeia para estreitar os laços com empresas do Vale do Silício, na Califórnia. O objetivo é não perder o bonde da inovação num momento em que gigantes da tecnologia como a montadora de automóveis Tesla, do empresário Elon Musk, bem como o Google e o Facebook, vêm desenvolvendo projetos aeroespaciais que vão desde a construção de foguetes até a oferta de internet em aeronaves em alta altitude.

No ano passado, a Airbus estabeleceu um fundo de US$ 150 milhões no Vale do Silício para realizar investimentos em tecnologia. A unidade, denominada Airbus Group Ventures, anunciou na semana passada o seu primeiro investimento na empresa de engenharia colaborativa Local Motors.

Deixe seu comentário