Publicidade
Início Notícias Comunicações GranBio investe nas soluções green da Furukawa

GranBio investe nas soluções green da Furukawa

0
Publicidade

Com o objetivo de buscar, constantemente, soluções inovadoras e sustentáveis que contribuam para a redução do impacto ambiental em todo o planeta, a GranBio, empresa de biotecnologia 100% brasileira, firmou parceria com a Furukawa para a implantação de produtos verdes e recicláveis na infraestrutura de comunicação de sua nova sede, localizada no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), na USP, em São Paulo.

“Percebemos uma sinergia interessante entre o trabalho que desenvolvemos e a Furukawa, já que ambas as empresas utilizam a cana-de-açúcar como matéria-prima para oferecer produtos inovadores ao mercado. A GranBio utiliza a palha da cana para produzir etanol 2G, enquanto a Furukawa utiliza o revestimento em polietileno verde à base de etanol, 100% reciclável, em seus cabos de rede GigaLan Green”, afirma Marcelo Ravagnani, gerente de TI da GranBio.

A nova infraestrutura foi implantada pela AJCNet, solution provider Furukawa, sob a coordenação do engenheiro André Luiz Denis, utilizando cabos, conectores e outros acessórios da linha green da empresa. São 125 pontos de rede no total, que atendem a todos os usuários e aplicações da GranBio, como sistemas de câmeras de monitoramento, controle de acesso, telefonia e internet. “Temos uma rede moderna, confiável, que conta com a vantagem de minimizar os impactos ao meio ambiente”, destaca Ravagnani.

Em linha com sua atuação sustentável, a GranBio também optou por aderir ao Programa Green IT da Furukawa, para o descarte adequado dos cabos utilizados nas antigas instalações da companhia. Um total de 108 quilos de cabos e conectores foram retirados do escritório anterior e destinados à reciclagem, para tratamento adequado. A iniciativa evitou que 54 quilos de materiais contaminados com metais fossem depositados em aterros industriais e, ainda, resultou em uma economia de mais de mil kWh no consumo de energia, o suficiente para abastecer sete residências durante um mês.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile