PayPal paga US$ 25 milhões para encerrar processo por coação ilegal de clientes em serviço de crédito

0
7

O serviço de pagamentos online PayPal, do eBay, concordou em pagar US$ 25 milhões para pôr fim a um processo impetrado pelo Bureau de Proteção Financeira do Consumidor dos EUA (CFPB, na sigla em inglês), no qual é acusado, dentre outras infrações, de coagir ilegalmente clientes em seu serviço de crédito Paypal Credit.

De acordo com o CFPB, o PayPal atraiu consumidores com tarifas promocionais que não conseguiu cumprir; assinou empréstimos em nome de clientes sem a permissão dos mesmos; além de coagir clientes a usarem o PayPal Credit em vez do método de pagamento de suas preferências. A entidade de defesa do consumidor, que tem analisado o serviço de crédito desde 2013, entrou com uma queixa na Securities and Exchange Commission (SEC) no mês passado, acusando o PayPal de cobrar taxas excessivas de juros por empréstimos.

A empresa não admitiu as infrações, mas concordou em pagar US$ 15 milhões em indenizações aos consumidores, juntamente com uma multa de US$ 10 milhões, de acordo com informações do jornal britânico Financial Times.

Em comunicado enviado à publicação nesta terça-feira, 19, o PayPal disse que leva a defesa do consumidor "muito a sério. Nós melhoramos continuamente os nossos produtos e nossas comunicações para garantir uma experiência [de nível] superior ao cliente".

Deixe seu comentário