Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) Ministério do Planejamento debate uso do e-Ping no governo federal

Ministério do Planejamento debate uso do e-Ping no governo federal

0
Publicidade

BRASÍLIA — A  Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento promoveu na segunda-feira, 17, e terça-feira,18, seminário para debater a utilização dos Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico (e-Ping) nas soluções de TI do governo federal. O conjunto de premissas, políticas, especificações técnicas e modelo de gestão visa garantir a integração entre os sistemas, portais e serviços de governo eletrônico.

O evento reuniu cerca de 70 técnicos, gestores e integrantes do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (Sisp) do governo. De acordo com o coordenador de sistemas de informação da SLTI, Luís Felipe Coimbra Costa, o evento teve como objetivo motivar os técnicos a desenvolverem suas soluções e compartilharem com os demais órgãos do governo. “A ideia é ampliar a interoperabilidade entre os sistemas dos diversos órgãos, o que irá gerar economia e agilidade para o governo”, destacou.

Durante o encontro, também foram apresentados os benefícios do Sirog, sistema de informações sobre a estrutura organizacional dos diversos órgãos do Poder Executivo Federal. Dentre as vantagens, o servidor pode ter acesso a portarias antes de serem publicadas, por exemplo. “Ao conhecer esta e outras soluções, os técnicos foram motivados a cumprirem suas tarefas e fazerem com que seus órgãos avancem no processo de interoperabilidade”, declarou o executivo.

Segundo Costa, o Ministério do Planejamento deverá promover ações pontuais nos próximos 12 meses com o objetivo de fazer com que todos os órgãos se engajem no desenvolvimento do projeto. O gestor pontuou ainda que o governo está totalmente aberto a parcerias com a iniciativa privada para o desenvolvimento de processos. “Sem dúvida, o conhecimento das empresas é bem vindo. A parceria certamente beneficiará a sociedade”, finalizou.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile